sábado, 25 de março de 2017

Nuno Manta vai renovar

Um prémio mais do que merecido. Nuno Manta conseguiu a permanência do Feirense na 1ª Liga – facto inédito nos 99 anos do clube –e a SAD nem hesitou em decidir que será ele o treinador na nova temporada. As conversações entre as duas partes vão ter lugar nos próximos dias e todos acreditam que não será difícil chegar-se a um entendimento.

in: jornal RECORD

Tripla folga para carregar as baterias

Cumprida uma semana de sonho, Nuno Manta deu mini-férias antes do Belenenses
foto: CD Feirense
Nuno Manta decidiu premiar os jogadores do Feirense, pela forma como cumpriram praticamente o objectivo delineado no início da época – a reviravolta épica frente ao Chaves (3-2), alicerçada com uma anterior remontada contra o V. Setúbal (2-1), deixou a equipa com 32 pontos na tabela classificativa e a permanência na I Liga a um pequeno passo. Neste sentido, o treinador do Feirense não deu a sessão de treino de ontem e decidiu prolongar as folgas do plantel até domingo, estando previsto para segunda-feira o regresso dos jogadores aos trabalhos. Este período de mini-férias também servirá para tentar recuperar alguns atletas para a deslocação ao terreno do Belenenses, marcada para dia 2 de Abril; entregues ao departamento médico do clube continuam Luís Rocha, Pelé, David, Hugo Seco, Wellington e Platiny.

O internacional nigeriano Etebo jogou cerca de 30 minutos no empate da sua selecção contra o Senegal (1-1), sendo suplente utilizado, substituindo A. Iwobi. Amanhã, a Nigéria volta a entrar em campo, também num particular, contra a sua congénere do Burquina Faso.

in: jornal O JOGO

sexta-feira, 24 de março de 2017

Dúvida para Nuno Manta

Ícaro e Paulo Monteiro vão ter uma semana para convencer Nuno Manta em qual dos dois deve apostar, ao lado de Flávio Ramos
foto: CD Feirense
Na vitória de anteontem, frente ao Sanjoanense (1-0), Ícaro e Paulo Monteiro jogaram juntos, no centro da defesa do Feirense, num teste que serviu para Nuno Manta tirar algumas conclusões, sobre qual dos dois centrais estará em melhor forma para jogar ao lado de Flávio Ramos – é um dos indiscutíveis do treinador - na deslocação ao terreno do Belenenses, marcada para dia 2 de Abril.

No último jogo oficial, contra o Chaves (3-2), Paulo Monteiro regressou ao onze, ao lado de Flávio Ramos, quatro meses depois da anterior aparição a titular, em jogos a contar para a I Liga, tendo esta ocorrido em Braga (6-2). O central beneficiou do castigo de Ícaro e da lesão de Luís Rocha para se impor, mas agora vai ter uma semana para lutar por um lugar e mostrar que não pretende ser apenas uma opção esporádica.

in: jornal O JOGO

quinta-feira, 23 de março de 2017

Edson derrubou Sanjoanense

O extremo marcou o único golo, em jogo particular com equipa do Campeonato de Portugal


foto: CD Feirense
Aproveitando a paragem competitiva, o Feirense calendarizou um particular com o Sanjoanense, o 1.º classificado da Série C, fase de manutenção, do Campeonato de Portugal. O resultado foi uma vitória para o conjunto de Nuno Manta, com Edson Farias a marcar o único golo da partida, na primeira parte, na sequência de um remate de fora da área.

O ala brasileiro, que na vitória com o Chaves (3-2) se estreou a titular, aproveitou para voltar a ganhar pontos, nas escolhas do treinador , tendo em vista a deslocação ao terreno do Belenenses, no dia 2 de abril. No jogo de ontem, Nuno Manta utilizou o seguinte onze: Peçanha; Jean Sony, Paulo Monteiro, Ícaro e Kakuba na defesa; João Tavares, Leandro e Fabinho no meio-campo, sendo que o ataque ficou entregue a Luís Aurélio, Edson Farias e Tchuameni.

Ao longo da partida, entraram ainda Barge, Vítor Bruno, Cris e Tiago Silva. Etebo (Nigéria) e Babanco (Cabo-Verde), foram os únicos internacionais ausentes da dupla sessão de trabalhos de ontem.

in: jornal O JOGO

Edson Farias reforça posição


Três dias depois de se ter estreado a titular no Feirense, Edson Farias voltou a mostrar a Nuno Manta que pode ser bastante útil nesta reta final de campeonato. O extremo brasileiro, que chegou em janeiro, marcou o golo da vitória no jogo particular realizado diante da Sanjoanense. Até ao jogo com o Chaves, Edson somava apenas 17 minutos oficiais.

in: jornal RECORD

Etebo foi jóquer de Nuno Manta


O ala estreou-se como segundo avançado ante o Chaves mas não estranhou, pois é a “posição natural”



Antes de partir para a seleção nigeriana, que vai ter particulares com o Senegal e o Burquina Faso, Etebo deu uma entrevista a O JOGO onde abordou a campanha do Feirense, entre outros temas...

A reviravolta épica contra o Chaves (3-2), que acabou por quase selar a permanência do Feirense no convívio entre os grandes, em ano de centenário, ficou também marcada por uma mudança de sistema tático. Nuno Manta deixou o 4x3x3 para se apresentar pela primeira vez em 4x4x2 – um modelo alternativo que o treinador confessou ter trabalhado durante as últimas três semanas –, sendo que Etebo foi o elemento-surpresa.

O extremo largou as faixas para jogar no apoio ao ponta de lança Karamanos. “Joguei numa posição diferente, mas não estranhei e fiquei feliz, pois essa é a minha posição de origem; posso jogar nas alas, mas prefiro como segundo avançado”, explicou o nigeriano de 21 anos a O JOGO, antes de partir para a seleção, que vai ter dois particulares, o primeiro amanhã, contra o Senegal, e o segundo no domingo, diante do Burquina Faso. Voltando à receção ao Chaves, Etebo viveu também um momento especial, estreou-se a marcar na I Liga e logo ao fazer o golo da vitória, de cabeça. “Fiquei muito feliz por esse golo, mas o mais importante foi termos conseguido os três pontos frente a uma boa equipa como o Chaves, que começou a vencer dois a zero.”

Sobre o que resta do campeonato, o extremo disse que o objetivo do Feirense é “encarar todos os jogos de forma séria e arrecadar o maior número de pontos possível, sem se acomodar”.

Desafiado a tecer algumas palavras sobre Nuno Manta, Etebo disse que “é um motivador por excelência, que soube sempre tirar o melhor rendimento dos jogadores”. A fase mais difícil da época ocorreu em janeiro, mês em que o nigeriano sofreu uma lesão, “quando estava numa boa fase”.

“Posso jogar nas alas, mas prefiro como segundo avançado”


“Orgulho por ser jovem promessa”


Em dezembro, Etebo esteve nos cinco nomeados para melhor jovem promessa africana e revelou ter sentido “um enorme orgulho” por chegar a esse patamar. “Foi uma alegria estar nessa lista de melhores jovens africanos, pois conheço alguns jogadores tão bons ou melhores do que eu que ficaram fora desse grupo restrito. Vou continuar a trabalhar, sem nunca me acomodar”, contou o internacional nigeriano de 21 anos, que tem contrato com o Feirense até 2018 e diz-se “feliz” no clube, tendo acrescentado que o presidente da SAD, Kunle Soname, foi o responsável pela sua vinda para Portugal.


in: jornal O JOGO
ANDRÉ BASTOS

terça-feira, 21 de março de 2017

Capitão Cris pretende renovar

foto: CD Feirense
Cris diz que a luta não acabou

O Feirense já carimbou o passaporte para a próxima edição da 1ª Liga, mas o capitão, Cris, que espera fazer parte do projecto do centenário, garante que “o objectivo agora é somar o máximo de pontos até ao final do campeonato”. “Foi uma luta titânica e, sinceramente, nunca pensámos que íamos conseguir a permanência tão cedo, mas a luta ainda não acabou e vamos continuar a trabalhar com o mesmo carácter”, referiu o médio, de 33 anos, convicto da consolidação dos fogaceiros no principal patamar: “Tem sido um orgulho ser capitão desta equipa e gostava muito de continuar porque na próxima temporada o Feirense celebra o seu 100º aniversário e acho que estão reunidas todas as condições para cimentar o crescimento.”

A outro nível, de referir que Etebo e Babanco seguem hoje para integrarem os estágios das selecções da Nigéria e Cabo Verde, respectivamente.

in: jornal RECORD

Kakuba já está apto


No primeiro treino da semana, o lateral-esquerdo aliviou o departamento médico, que tem em mãos mais seis lesionados

Depois da reviravolta épica, frente ao Chaves (3-2), Nuno Manta não concedeu a habitual folga aos atletas do Feirense e começou já a trabalhar, no sentido de preparar a deslocação ao terreno do Belenenses, que está agendada para o dia 2 de Abril, fruto da paragem para os compromissos das seleções nacionais.

O destaque, no primeiro treino da semana, foi a presença de Alex Kakuba, o lateral-esquerdo ugandês, esteve quase um mês entregue ao departamento médico do clube, mas já recuperou e integrou o treino com os restantes companheiros, sem quaisquer limitações. Apesar desta boa notícia, o treinador do Feirense ainda continua privado de utilizar mais seis jogadores, todos por problemas físicos: o central Luís Rocha, o médio Pelé, os extremos David e Hugo Seco e os avançados Platiny e Wellington.

in: jornal O JOGO
ANDRÉ BASTOS