sábado, 30 de Março de 2013

Sp. Covilhã 0 - Feirense 0

         O Sporting da Covilhã e o Feirense empataram sem golos, na 33.ª jornada da II Liga, um resultado que eleva para 11 os jogos que os serranos levam sem vencer.

Depois de uma primeira parte em que foram melhores, os "leões da serra", em 20.º e antepenúltimo lugar no campeonato, viram-se reduzidos a dez jogadores aos 56 minutos. Ainda assim, podiam ter marcado nos descontos, só que Gui foi perdulário.

O Feirense, em posição tranquila, entrou melhor na partida e esteve perto do golo aos três e aos oito minutos, mas Platini, na pequena área, rematou por cima e Diogo Cunha, sem marcação, atirou ao lado.

Ao minuto 13, o Sporting da Covilhã respondeu por Moreira, que, a passe de Pimenta, sozinho frente a Carlos Fernandes, permitiu a defesa do guarda-redes. Mas a oportunidade motivou os serranos, que subiram as linhas, aumentaram a posse de bola e se tornaram mais perigosos. Aos 18 minutos, Grilo atirou ao lado e, aos 35 Moreira, rápido na direita, fez a bola rasar o poste com um remate rasteiro, cruzado, com o guardião já batido.

No reatamento, o Sporting da Covilhã continuou a evidenciar maior pendor ofensivo, só que, quando havia mais de meia hora para jogar, ficou reduzido a dez unidades, por expulsão de Tarcísio. Marcelo, de livre, atirou por cima.

Mas os "leões da serra", apesar da inferioridade numérica, souberam reagir e, aos 59 minutos, Moreira, pressionado por Bruno Oliveira, rematou perto do poste. Pouco depois, o serrano Pimenta tentou surpreender, de longe, mas o pontapé saiu por cima da baliza dos nortenhos.

Com o passar do tempo o Covilhã foi perdendo fulgor atacante e, do outro lado, Quim Machado refrescou o ataque. Todavia, as oportunidades não aumentaram. A exceção foi o remate de Tiago para as mãos de Jorge Batista. Já depois dos 90, Gui teve a vitória serrana nos pés, sozinho frente ao guardião do Feirense, mas não teve engenho para bater Carlos Fernandes.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã

Sp. Covilhã -Feirense, 0-0

Sp. Covilhã: Jorge Batista (Rui Vieira, 87), Gilberto, Edgar, Gaspar, Paulo Grilo, Nené, Tarcísio, Adriano (Carlos Manuel, 58), Pimenta, Moreira (Gui, 72) e Fabrício

Suplentes: Rui Vieira, Buba, Milton, Carlos Manuel, Alex Kakuba, Paulico, Gui

Treinador: Francisco Chaló

- Feirense: Carlos Fernandes, André Santos, Bruno Oliveira, Luciano, Marcelo, Sténio, Rafa, Diogo Cunha, Jorge Gonçalves (Tiago, 65), Ludovic (Fonseca, 67) e Platini (Samir, 72)

Suplentes: Marco, Tiago Jogo, João Ricardo, Fonseca, Samir, Filipe Babo, William

Treinador: Quim Machado

Árbitro: Paulo Batista (Portalegre)

Ação disciplinar: Cartão Amarelo para Tarcísio (35 e 56), Fabrício (37), Gaspar (47), Bruno Oliveira (89). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Tarcísio (56). Assistência: cerca de 400 espetadores.

  • in: Record online

Futsal | Feirense a um ponto do líder

          A equipa de Futsal do Feirense viajou hoje até São João da Madeira, onde defrontou o Dínamo Sanjoanense. A turma de Joaquim Augusto, que contou com uma enorme falange de apoio, venceu por 3-5.

Quase a jogar em casa, o Feirense entrou a perder na partida, quando, logo no primeiro minuto, os locais se adiantaram no marcador. O Feirense reagiu e, logo de seguida empatou o jogo. Poucos segundos depois, o Feirense dava a cambalhota no marcador e colocava-se na frente do marcador. Um minuto depois, a equipa do Dínamo aproveitou uma falha defensiva dos "azuis" para voltar a empatar o jogo. Quatro golos nos primeiros quatro minutos de jogo faziam prever um grande jogo de futsal, e assim foi. O Feirense fez o terceiro golo mas pouco depois os visitados voltariam a empatar a partida num lance fortuito na sequência de um canto. A dez segundos do final, Claudiney, na marcação de um livre directo, colocou novamente o Feirense em vantagem.

A segunda parte foi, como seria de esperar, de grande intensidade, com as oportunidades de golo a sucederem-se em ambas as balizas. No entanto, ao contrario da primeira metade, apenas há a registar um golo, e para o Feirense. A três minutos do final da partida, o Feirense ficou reduzido a quatro jogadores devido à expulsão de um jogador fogaceiro. A equipa do Dínamo aproveitou esse factor e colocou em campo o guarda-redes avançado na tentativa de chegar, no mínimo, ao empate. Só que a equipa do Feirense, com enorme bravura, segurou o resultado até final.

O Feirense conseguiu uma excelente vitória diante de uma equipa que bateu-se sempre de igual para igual com os fogaceiros.

A equipa de Joaquim Augusto beneficiou da derrota do Atómicos, no recinto do Saavedra Guedes por duas bolas a zero, e está agora a apenas um ponto do novo líder, o Azagães.

Na próxima jornada o Feirense recebe a equipa do Urrô. O jogo está marcado para o próximo domingo, dia 7, e tem inicio marcado para as 18 horas.

Classificação:



sexta-feira, 29 de Março de 2013

Antevisão

 photo 33-Covilha-CDF_zps96b40902.png
Segunda Liga
33ª Jornada
SC COVILHÃ - FEIRENSE
Sábado, 30 | 16 horas
Local: Complexo Desportivo da Covilhã

Árbitro para este jogo:
Paulo Baptista | AF Portalegre
43 anos | Gerente de Armazém

Jogos do Feirense apitados por Paulo Baptista:
2005/06 - 2ª Liga | Varzim - Feirense 1 0
2006/07 - 2ª Liga | Gil Vicente - Feirense 0 3
2009/10 - 2ª Liga | Trofense - Feirense 0 2
2010/11 - 2ª Liga | Feirense - Arouca 2 1
2010/11 - 2ª Liga | Feirense - Varzim 2 1
2010/11 - 2ª Liga | Aves - Feirense 0 2
2011/12 - 1ª Liga | Feirense - U. Leiria 2 1
2011/12 - 1ª Liga | Marítimo - Feirense 2 1
2011/12 - 1ª Liga | Feirense - V. Setúbal 1 0
2012/13 - 2ª Liga | Feirense - Arouca 5 0

COMPARADOR
SC Covilhã
20º Classificado - 27 pontos
5 vitórias, 12 empates e 15 derrotas
27 golos marcados e 41 sofridos
Jogos do Covilhã em casa
5 vitórias, 4 empates e 7 derrotas
16 golos marcados e 17 sofridos
Últimos jogos em casa
Covilhã - Sporting B 1-2
Covilhã - Marítimo B 0-1
Covilhã - Trofense 1-1
Covilhã - FC Porto B 1-2
::::::::::
CD Feirense
15º Classificado - 39 pontos
10 vitórias, 9 empates e 13 derrotas
45 golos marcados e 48 sofridos
Jogos do Feirense fora
3 vitórias, 2 empates e 11 derrotas
18 golos marcados e 31 sofridos
Últimos jogos fora
Naval - Feirense 2-0
Aves - Feirense 3-3
U. Madeira - Feirense 3-0
Tondela - Feirense 1-2

Últimos confrontos:
2000/01 - 2ª Div. B | Sp. Covilhã - Feirense 5-0
2001/02 - 2ª Div. B | Sp. Covilhã - Feirense 1-1
2003/04 - 2ª Liga | Sp. Covilhã - Feirense 1-1
2005/06 - 2ª Liga | Sp. Covilhã - Feirense 0-1
2008/09 - 2ª Liga | Sp. Covilhã - Feirense 0-0
2009/10 - 2ª Liga | Sp. Covilhã - Feirense 1-1
2010/11 - 2ª Liga | Sp. Covilhã - Feirense 0-3

Jogadores castigados:
Não há

Jogadores em perigo de exclusão:
Carlos Fonseca, Platiny e Carvalho

Convocados:
GR - Marco Rocha e Carlos
DF - Oliveira, Luciano, André Santos, Filipe Babo e Marcelo
MD - Sténio, Diogo Cunha, Ludovic, Tiago Jogo, João Ricardo, Rafa e Uillian
AV - Jorge Gonçalves, Carlos Fonseca, Samir e Paltiny

quarta-feira, 27 de Março de 2013

Futsal | Vamos apoiar o Feirense em S. João da Madeira


João Cardoso no quadro de goleadores de Aveiro

Até à 3ª fase de apuramento com veia goleadora.

O iniciado da equipa “A”, João Cardoso, para além de ter presença assídua nas convocatórias para a selecção regional de Aveiro, chegou à tabela dos cinco melhores marcadores do seu escalão, em Aveiro. Apontou 152 golos em 20 jogos, à média de 7,6 golos por partida.

Notável!


terça-feira, 26 de Março de 2013

Rafa estimula cobiça

Médio ofensivo do Feirense na mira * No primeiro ano de sénior já é o craque dos fogaceiros * Problema é  a sua clausula: 500 mil euros

São 19 anos cheios de genica  e sete golos na Segunda Liga a criar uma aura especial sobre Rafa, médio ofensivo do Feirense que está na mira do SC Braga. Na verdade, mais do que na mira, porque as mais recentes exibições do jovem futebolista acentuaram, e de que maneira, a cobiça arsenalista.

A clausula de rescisão do futebolista, fixada em 500 mil euros, é um obstáculo a ter em conta, porque no critério fixado pela SAD minhota no recrutamento de talentos emergentes foi dada preferência ao custo zero. Mas Rafa é um caso especial: formado no Alverca, era júnior do clube fogaceiro na época passada e no seu primeiro ano de sénior pelo Feirense o seu rendimento tem sido excepcional  bem como a sua influencia em matéria de golos apontados pela equipa, numa campanha do colectivo azul que tem conhecido altos e baixos.

A última vitima da inspiração deste pequeno médio ofensivo que faz lembrar Rui Barros foi o Vitória de Guimarães B, na ronda anterior de Segunda Liga. Um golo nos instantes finais confirmou um triunfo suado por 2-0 e voltou a atirar Rafa para a montra dos grandes clubes.

O SC Braga parece ser o mais empenhado em atirar-lhe a rede e juntar mais uma promessa lusa às muitas que já contratou para a próxima temporada.

  • in: jornal "A BOLA"

segunda-feira, 25 de Março de 2013

95 anos de sucesso e constante evolução

          O Feirense cumpriu, na passada terça-feira, 95 anos de vida. Artur Brandão passou mais de cinco décadas ligado ao clube e viu-o crescer e transfigurar-se por completo. Relembra um tempo de mais emoção e de "amor à camisola", e confessa alguns receios em relação à dimensão que os fogaceiros tomaram nos últimos anos.

"Fui sempre uma amante do Feirense". É desta forma que Artur Brandão resume uma ligação de mais de cinco décadas a um clube que, desde a sua criação, há 95 anos, se transfigurou por completo. O antigo atleta, director e presidente recorda tempos em que a expressão "amor à camisola" ainda fazia sentido um futebol mais alegre, que arrastava multidões, em contraste com o actual.

Desde a cor das camisolas ao estádio, tudo mudou no Feirense. A camisola vermelha e preta, com listas verticais, pintou-se de azul, e o antigo campo da Mata, em Picalhos, deu lugar ao renovado Estádio Marcolino de Castro.

Artur Brandão, hoje com 75 anos, actuou durante onze temporadas no emblema de Santa Maria da Feira. "Queria jogar no Feirense. Era a camisola que me entusiasmava desde criança" - recorda, facto que o fez rejeitar convites da Académica e do Sporting durante a sua carreira.

O antigo atacante recorda um futebol "com mais golos, mais alegre e com rivalidade entre os clubes, que hoje não existe". A culpada é a televisão, que retirou publico aos estádios. "Recordo-me que se o Feirense jogasse com a Oliveirense, Sanjoanense, Espinho ou Beira Mar, o campo estava cheio, com as pessoas de pé, fosse onde fosse" - sublinha.

As condições também eram outras. "O velhinho campo do Clube de Caçadores da Feira era tão pequeno que nem podíamos lá jogar os jogos da Taça de Portugal. Era de terra e pedra, que não permitia, por exemplo, que um jogador festejasse um golo a atirar-se para o chão. Naquela altura era impossível.  Ficávamos sem joelhos (risos)" - diz. Aliás, Artur Brandão ainda tem "uma cicatriz na anca porque, como era destro, caia sempre para o lado esquerdo". Depois, "nas chuteiras eram pregadas travessas, com pregos, na sola. Muitas vezes os pregos entravam pela sola da bota e iam até aos dedos, e sangrava, mas nós nem sentíamos , refere, ele que jogou uma época inteira com uma pubalgia, e que só falhou um jogo por problemas físicos já na parte final da carreira, devido a uma rotura.

As deslocações para os jogos eram feitas em carros dos dirigentes, e até o presidente dava uma boleia aos elementos da comitiva. "Era quase amadorismo" - afirma.

Finda a carreira de futebolista, com 31 anos, Artur Brandão esteve apenas um mês desligado do Feirense, já que foi convidado pelos dirigentes da altura a ser presidente do clube. "Disse-lhes que não tinha o dinheiro deles para, caso houvesse dificuldades financeiras, puxar por ele e resolver os problemas. Mas podia aceitar se concordassem que o Feirense gastasse aquilo que podia, ou seja, que a despesa não podia ser superior à receita. Fui praticamente eu que comecei uma gestão desse tipo", - recorda.

A proposta foi aceite e, no final do mandato, a direcção fechou o as contas com um lucro de doze contos, "que era uma fortuna na altura". Para isso, eram organizadas festas, concursos de São João, de ranchos, convívios e bailes enormes. "Tínhamos que trabalhar para conseguirmos o nosso objectivo financeiro" - sublinha.

Hoje o Feirense é um clube já profissional. Artur Brandão não esconde um certo receio em relação à dimensão que o clube foi conquistando nos últimos anos. "Foram criadas estruturas que não sei se haverá pessoas que queiram dirigir o clube. Hoje, o futebol vive muito para além das suas possibilidades  e acho que o Feirense está a viver muito para além da sua capacidade de gerir um orçamento deste tipo" - adverte, ele que defende uma aposta forte na formação e em vencimentos baixos, recordando uma máxima de Marcolino de Castro: "pagamos pouco para pagarmos sempre".

MARCOLINO CASTRO: O DIRIGENTE DO SÉCULO

Artur Brandão olha para o passado e considera ter desempenhado bem a sua função no clube. Mas há um dirigente que se destaca na história da colectividade, Marcolino de Castro: "é o dirigente do século do Feirense. O estádio foi construído por ele em 59 dias, sem subsídios. A base do que temos agora foi ele que a fez".

SALDO ZERO NOS ESTATUTOS É MITO

O Feirense é dos poucos clubes em que a Direcção cessante tem que sanar todas as dividas correntes no final de cada mandato. "É uma prática corrente do clube, em que o último a sair deixa o clube limpo. Ainda hoje as pessoas dizem que os estatutos referem que cada Direcção que sai tem que pagar o saldo negativo que tiver. É mentira. Os estatutos não falam em nada" .explica.


  • in: jornal "CORREIO DA FEIRA"

Resultados das camadas jovens

NACIONAL

JUNIORES
2ª Divisão Nacional
Promoção

7ª Jornada: Beira Mar - Feirense 0-1
Classificação:
Próxima jornada: Chaves - Feirense

JUVENIS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase - Manutenção/Descida
Série B

6º Jornada: Fiães - Feirense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Maia Lidador

INICIADOS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase
Série B

9ª Jornada: Beira Mar - Feirense 0-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Gafanha

DISTRITAL

JUNIORES
1ª Divisão Distrital
Série dos últimos

8ª Jornada: Ol. Bairro - Feirense 2-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Pampilhosa

JUVENIS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

8ª Jornada: Feirense - Espinho 1-3
Classificação:
Próxima jornada: L. Lourosa - Feirense

INICIADOS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

8ª Jornada: Feirense - Sanjoanense
Classificação:
Próxima jornada: P. Bradão - Feirense

2ª Divisão Distrital
Série dos últimos
Série B

8ª Jornada: U. Rossas - Feirense 0-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Milheiroense

INFANTIS A
Série dos primeiros

9ª Jornada: Tabueira - Feirense 2-3
Classificação:
Próxima jornada: Espinho - Feirense

Série dos últimos
Série C

9ª Jornada: Milheiroense - Feirense 0-10
Classificação:
Próxima jornada: Folga

INFANTIS B
Série dos primeiros

8ª Jornada: Feirense - Beira Mar 4-2
Classificação:
Próxima jornada: P. Brandão - Feirense

Série dos últimos
Série C

8ª Jornada: Feirense - Arada 7-0
Classificação:
Próxima jornada: Milheiroense - Feirense

BENJAMINS A
Série dos primeiros

9ª Jornada: Feirense - Oliveirense 5-0
Classificação:
Próxima jornada: Sanjoanense - Feirense

Série dos últimos
Série C

9ª Jornada: Feirense - Salesiano Arouca 6-2
Classificação:
Próxima jornada: U. Rossas - Feirense

BENJAMINS B
Série dos últimos
Série C

8ª Jornada: Carregosense - Feirense 0-5
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Arada

Série dos últimos
Série D

8ª Jornada: Folgou
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Cesarense


TRAQUINAS A
Série dos primeiros

9ª Jornada: Ribeira Azenha - Feirense 3-2
Classificação:
Próxima jornada: Fiães - Feirense

Série dos últimos
Série B

9ª Jornada: Fermedo - Feirense 5-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Arrifanense

domingo, 24 de Março de 2013

Futsal | Feirense a dois pontos do líder

A equipa de futsal do Feirense venceu hoje o ARCA por 9-4 e está a apenas dois pontos do líder do campeonato.

Os "azuis" beneficiaram do surpreendente empate caseiro do Atómicos com o 14º classificado, o Sporting Silvalde, a três bolas, para se aproximarem do primeiro lugar, que agora está a apenas dois pontos. Azagães (2º), Bairros (4º) e Saavedra Guedes (5º) são as outras equipas que se mantêm na luta pela subida.

Até final do campeonato, o Feirense terá de visitar o Atómicos (24ª jornada), o Bairros (26ª jornada) e o Azagães (28ª jornada). Serão, certamente, deslocações muito difíceis  mas a equipa do Feirense já deu provas de que poderá vencer em qualquer recinto, tal como aconteceu no pavilhão do Saavedra Guedes, onde a equipa de Joaquim Augusto venceu por 2-5.

Na próxima jornada o Feirense viaja até São João da Madeira para defrontar o Dínamo Sanjoanense. O jogo está marcado para o próximo sábado às 17 horas.

Classificação:


sábado, 23 de Março de 2013

Agressões no final do Paços de Ferreira-Feirense (2-2)

O particular entre o Paços de Ferreira e o Feirense ficou marcado pelo desentendimento no final do jogo entre Carlos Fonseca e Josué.

Durante o jogo existiram provocações de parte a parte e no final da partida, na entrada dos balneários, as agressões entre jogadores das duas equipas acabaram por acontecer.

No que diz respeito ao particular, Carlos Fonseca abriu o activo, Poulson empatou e Rafa colocou os fogaceiros na frente do marcador. Só que o Paços de Ferreira acabou por restabelecer a igualdade por Manuel José.

Feirense aponta o dedo a Josué por incidentes no jogo-treino com o Paços de Ferreira

Através de comunicado, o Feirense responsabiliza sobretudo o jogador do Paços de Ferreira Josué pelos incidentes que ocorreram no jogo-treino desta sábado entre as duas equipas.

No comunicado pode ler-se que os jogadores do Paços de Ferreira cometeram diversas faltas que em jogos oficiais seriam sancionadas severamente em termos disciplinares, dando particular destaque a Josué, considerado «o elemento verdadeiramente desestabilizador».

Eis o comunicado:

«Face à proporção descabida que tomou a notícia do desentendimento ocorrido hoje entre atletas de ambos os Clubes, no final do jogo-treino disputado entre o Paços de Ferreira e o Feirense, vimos esclarecer:

1- Desde o início do apronto que os jogadores do Paços de Ferreira recorreram a um sem número de faltas técnicas, que em jogo oficial seriam sancionadas severamente em termos disciplinares;

2- Tal atitude foi-se acentuando tanto mais quanto o Feirense ia dominando e controlando a partida, acabando por resvalar para acções de rudeza incompatível com o carácter amigável do encontro;

3- A persistência em tal atitude acabou por, episodicamente, encontrar resposta por parte de alguns atletas do CDF, dentre Carlos Fonseca, o mais visado (longe de ser o único) e mais castigado pela rudeza dos adversários ao longo do encontro, em particular Josué, o elemento verdadeiramente desestabilizador;

4- Já após o final, e quando os jogadores seguiam para os balneários, Carlos Fonseca (CDF) foi perseguido por Josué (e não o contrário), acabando ambos por envolver-se em escaramuça prontamente sanada pelo guarda-redes do CDF, Carlos, ajudado por colegas de ambas as equipas.

Em nosso entendimento tratou-se, na generalidade, de um episódio em que dois jovens talentosos se excederam na defesa dos seus emblemas; pelo que o caso deveria ter ficado naturalmente sanado com o apito final do apronto. E só.

Pela parte do CDF fica o lamento pelo empolamento da situação e a certeza de que os próprios protagonistas do “desaguizado” hão-de encontrar – em oportunidade futura – a melhor forma para se entenderem em espírito da sã convivência e camaradagem entre oficiais do mesmo ofício.»

quinta-feira, 21 de Março de 2013

Três jogadores para recuperar

Pires, Júlio César e Platiny, continuam a recuperar das respectivas lesões e o técnico Quim Machado espera poder contar com os atletas em causa para a difícil deslocação à Covilhã.

Quem continua em tratamento é o defesa-esquerdo Sérginho, que, dificilmente, voltará a competir esta época.

No próximo sábado, o Feirense irá disputar um jogo-treino com o Paços de Ferreira de forma a manter o ritmo competitivo.

terça-feira, 19 de Março de 2013

O Feirense faz hoje 95 anos

95 ANOS A FAZER HISTÓRIA

Em 18 de Março de 1918, foi fundada na Vila da Feira, uma colectividade desportiva, a que foi dado o nome de Associação Desportiva Feirense pelos feirenses Luís Amorim, Artur Bastos, Luís Cadillon e Artur Lima. Esta data de fundação é dada por Domingos Ribeiro e ainda diversas fontes, apesar de existir uma segunda versão, em que a data da fundação é considerada em 19 de Março de 1918.

Do primeiro grupo de futebol faziam parte os jovens feirenses Luís Amorim, Joaquim Magalhães, António Figueiredo, Eurico Menezes, Alberto Bastos, Alberto Andrade, Alcides Cadillon, José Pinto de Lima, Julio Campos, António Pedrosa e Domingos Ribeiro. Também faziam parte das primeiras equipas os irmãos Bastos, ou Capengas, os irmãos Correia do Barracão, Manuel Santos, Lino Campos, Anacleto, Constantino e Herculano.

O primeiro campo do Feirense foi o Campo da Mata, no lugar de Picalhos.

A primeira sede da agremiação foi instalada no Edifício das Xabregas, na Rua Direita, na Vila da Feira.

Naquele tempo, o Feirense equipava com camisola vermelha e preta com listas verticais.

Por volta de 1926, a colectividade foi redenominada como Clube Desportivo Feirense.

Na época de 1930/31, o C. D. Feirense estreou-se no Campeonato de Promoção de Aveiro, a divisão mais baixa do Distrital. No primeiro jogo, em Novembro de 1930, o Feirense foi derrotado por 2-1, no campo do Cortegaça.

O Feirense, na década de 30, além de ter começado a competir oficialmente nos campeonatos distritais, disputou a Taça Vale do Vouga, em 1939, e inúmeros encontros amigáveis com diversas equipas, dos quais se destaca em 26 de Junho de 1938, um encontro no Campo do Montinho entre o Feirense, reforçado, e o campeão de Portugal, o F. C. Porto, que venceu por 15-3.

Em 2 de Março de 1931 foi inaugurado o Campo do Montinho na Vila da Feira  com o jogo entre a Selecção de Aveiro e o F. C. Porto, para o qual foram vendidos mais de mil bilhetes. O resultado foi de 7-1  favorável ao F. C. Porto.

O Feirense passou a equipar com camisola azul, calções pretos e meias pretas.

Em 1955/56, o Feirense classificou-se no terceiro lugar da I Divisão Distrital de Aveiro e conseguiu pela primeira vez o apuramento para o Campeonato Nacional da 3ª Divisão, que era disputado na mesma época. Na última jornada do Distrital, venceu em casa o Lusitânia de Lourosa por 7-0 e ficou com os mesmos pontos do segundo classificado, a Oliveirense, e a quatro pontos do vencedor, o Beira Mar.

Em 1955, o Feirense passou a equipar com camisola azul e calções brancos.

A época de 1959/60 do Feirense foi uma grande e gloriosa maratona do clube. No Distrital  da I Divisão de Aveiro, a uma jornada do final, o Feirense venceu em casa a Ovarense por 1-0, com golo de Ramalho, e sagrou-se pela primeira vez Campeão Distrital. Na 3ª Divisão Nacional, o Feirense conquistou um brilhante segundo lugar na sua série. Apurado para a segunda fase, o Feirense foi novamente segundo classificado, ficando assim apurado para disputar o Torneio de Competência 3ª/2ª Divisão. Neste torneio o Feirense esteve novamente em excelente nivel, assegurando o segundo lugar na penúltima jornada, no Campo do Montinho, ao vencer o Cernache por 2-1. O Feirense, após uma caminhada brilhante, conquistava a subida à 2ª Divisão Nacional pela primeira vez no seu historial.

Em 1961/62, depois de se afirmar como revelação do Campeonato Nacional da 2ª Divisão, o Feirense arrancou para uma vitória sensacional na Zona Norte, deixando o Sp. Braga a um ponto, no segundo lugar, e o Boavista, no quinto lugar. Na última jornada, no jogo decisivo e da consagração, disputado ainda no Campo do Montinho, que registou a maior assistência de sempre, o Feirense venceu a Oliveirense por 2-1.

Inauguração do Estádio Marcolino de Castro e estreia na 1ª Divisão Nacional

Em 1962, Marcolino de Castro foi reeleito presidente da direcção do Feirense e em Junho do mesmo ano, numa entrevista ao jornal "A Bola", proferiu uma frase histórica que ficou para a posteridade: "Não podemos pagar caro porque queremos pagar sempre".

Em 16 de Setembro de 1962, foi inaugurado o Estádio Marcolino de Castro na Vila da Feira, com dois jogos a abrilhantar a festa. O Sp. Espinho venceu a Sanjoanense por 3-1 e o Feirense empatou com o Beira Mar, sem golos.

Em 1962/63, o Feirense estreou-se na 1ª Divisão Nacional, no Estádio das Antas, no Porto. O Feirense foi derrotado por 3-1.

Desde então, o Feirense já participou por mais três vezes na 1ª Divisão Nacional, e conta com diversas presenças na 2ª Divisão Nacional e foi um dos clubes fundadores da Liga de Honra, actual 2ª Liga, na qual participa na presente época.

Fonte: Breve História Cronológica do Clube Desportivo Feirense

de Luis Filipe Higino
______________________________________


Wallpaper dos 95 anos do Feirense



segunda-feira, 18 de Março de 2013

Resultados das camadas jovens

NACIONAL

JUNIORES
2ª Divisão Nacional
Promoção

6ª Jornada: Feirense - Merelinense 2-3
Classificação:
Próxima jornada: Beira Mar - Feirense

JUVENIS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase - Manutenção/Descida
Série B

6º Jornada: Fiães - Feirense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Maia Lidador

INICIADOS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase
Série B

8ª Jornada: Feirense - Fayal 8-1
Classificação:
Próxima jornada: Beira Mar - Feirense

DISTRITAL

JUNIORES
1ª Divisão Distrital
Série dos últimos

7ª Jornada: Feirense - Loureiro 12-0
Classificação:
Próxima jornada: Ol. Bairro - Feirense

JUVENIS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

7ª Jornada: Beira Mar - Feirense 3-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Espinho

INICIADOS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

7ª Jornada: Feirense - Mealhada 2-5
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Sanjoanense

2ª Divisão Distrital
Série dos últimos
Série B

8ª Jornada: Feirense - Fiães 1-1
Classificação:
Próxima jornada: U. Rossas - Feirense

INFANTIS A
Série dos primeiros

8ª Jornada: Feirense - Sanjoanense 6-2
Classificação:
Próxima jornada: Tabueira - Feirense

Série dos últimos
Série C

8ª Jornada:Feirense - Paramos 1-3
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Paramos

INFANTIS B
Série dos primeiros

7ª Jornada: Feirense - Anadia 2-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Beira Mar

Série dos últimos
Série C

7ª Jornada: Feirense - Cesarense 1-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Arada

BENJAMINS A
Série dos primeiros

8ª Jornada: Mourisquense - Feirense 5-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Oliveirense

Série dos últimos
Série C

8ª Jornada: Arrifanense - Feirense 2-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Salesiano Arouca

BENJAMINS B
Série dos últimos
Série C

7ª Jornada: Feirense - Milheiroense 6-0
Classificação:
Próxima jornada: Carregosense - Feirense

Série dos últimos
Série D

7ª Jornada: Feirense - Avanca 6-2
Classificação:
Próxima jornada: Folga


TRAQUINAS A
Série dos primeiros

8ª Jornada: Feirense - Beira Mar 2-0
Classificação:
Próxima jornada: Ribeira Azenha - Feirense

Série dos últimos
Série B

8ª Jornada: Feirense - Salesianos Arouca 0-0
Classificação:
Próxima jornada: Fermedo - Feirense

domingo, 17 de Março de 2013

Futsal | Feirense sempre a somar

A equipa de Futsal do Feirense continua na sua escalada imparável na classificação.

Os "azuis" deslocaram-se a Pardilhó - Estarreja - para defrontar a equipa do Saavedra Guedes, que era, até então, o segundo classificado. O Feirense conseguiu vencer por 2-5 e subiu ao quarto lugar, reduzindo para um ponto a distancia do seu adversário de hoje, e está agora a apenas quatro pontos de distancia do primeiro classificado, que continua a ser o Atómicos, e que empatou a quatro golos no recinto da Juventude de Fiães.

Na próxima jornada o Feirense recebe o ARCA. O jogo será no próximo domingo, dia 24, e tem inicio para as 18 horas no Pavilhão da Lavandeira.

Classificação:

sábado, 16 de Março de 2013

Resumo do Feirense 2 - V. Guimarães B 0

Feirense 2 - V. Guimarães B 0

Uma 2ª parte de bom nível valeu vitória merecida, mas suada * Segunda vitória consecutiva * Primeira vitória em casa em 2013

Na primeira parte, o Feirense sentiu muitas dificuldades para segurar a equipa B do Guimarães, que entrou muito forte, pressionando as linhas dos "azuis" que, com muito esforço, iam evitando grandes sobressaltos para a sua baliza. Na defesa, Luciano, titular pelo segundo jogo consecutivo, fazia valer a sua presença física e metia respeito aos avançados vitorianos que quase nunca conseguiam ultrapassar o experiente defesa fogaceiro, que era ao mesmo tempo a voz de comando no eixo mais recuado da equipa.

Com muita luta a meio-campo, o jogo tornou-se algo quezilento, com as oportunidades de golo a rarearem. No entanto, a primeira grande oportunidade golo pertenceu ao Vitória, quando João Ribeiro apareceu isolado na cara de Carlos e rematou ligeiramente ao lado. A partir dos 30 minutos o Feirense conseguiu, finalmente, acertar as marcações e passou a controlar o jogo, embora sem criar grandes aflições para a baliza à guarda de André Matos.

A segunda parte foi bem diferente. Logo aos 47 minutos, Ludovic ganhou uma bola no  lado esquerdo do seu ataque, driblou um adversário e cruzou para Samir que encostou para o primeiro golo do jogo. O ponta-de-lança contratado em Janeiro ao Bragança, da 3ª Divisão Nacional, tem sido peça fundamental no ataque da equipa de Quim Machado e já tem na sua conta pessoal 5 golos marcados.

A equipa do Feirense galvanizou-se com o golo marcado e partiu para uma exibição de encher o olho, como há muito não se via. Os "azuis" passaram a dominar por completo o jogo e desperdiçaram soberanas ocasiões de golo. Ocasiões essas que, caso tivessem sido concretizadas, conferiam um resultado mais condizente com o futebol praticado pelos fogaceiros.

Aos 77 minutos, Rafa beneficiou de uma falha da defesa vitoriana e, isolado, fez um chapéu a André Matos selando em definitivo o resultado da partida. O jovem médio do Feirense protagonizou mais uma excelente exibição e a classe com que fez o segundo golo do encontro só comprova o enorme talento do dono da camisola 26 do Feirense.

A vencer por duas bolas a zero  a equipa de Quim Machado baixou o ritmo de jogo, mas sem nunca deixar de procurar a baliza adversária. O final da partida chegou sem mais alterações no marcador.

O Feirense soma agora 39 pontos e apanhou na classificação a equipa da Naval que só joga amanhã, na recepção à Oliveirense.

Na próxima jornada, que será jogada apenas no próximo dia 30, um sábado, o Feirense desloca-se à Covilhã onde irá defrontar a equipa local, agora orientado pelo "nosso velho conhecido" Francisco Chaló. O jogo tem inicio marcado para as 15 horas.

sexta-feira, 15 de Março de 2013

Antevisão

 photo 32-CDF-V_Guimaraes_B_zpsbcc0b0f3.png
Segunda Liga
32ª Jornada
FEIRENSE - V. GUIMARÃES B
Sábado, 16 | 11h15
Local: Estádio Marcolino de Castro

Transmissão na Sport-TV

Árbitro para este jogo:
Vasco Santos | AF Porto
36 anos | Estudante

Jogos do Feirense apitados por Vasco Santos:
2006/07 - 2ª Liga | Olhanense - Feirense 2 3
2006/07 - 2ª Liga | O. Moscavide - Feirense 1 3
2006/07 - 2ª Liga | Feirense - Trofense 1 2
2007/08 - 2ª Liga | Santa Clara - Feirense 1 0
2007/08 - 2ª Liga | Feirense - Estoril 2 1
2007/08 - 2ª Liga | Fátima - Feirense 0 2
2007/08 - 2ª Liga | Feirense - Beira Mar 0 1
2008/09 - 2ª Liga | Vizela - Feirense 0 0
2008/09 - 2ª Liga | Beira Mar - Feirense 2 2
2009/10 - 2ª Liga | Beira Mar - Feirense 1 0
2009/10 - 2ª Liga | Feirense - Sp. Covilhã 3 2
2010/11 - 2ª Liga | Feirense - Moreirense 2 1
2011/12 - 1ª Liga | Feirense - Gil Vicente 0 0
2011/12 - 1ª Liga | Sporting - Feirense 1 0
2012/13 - 2ª Liga | Feirense - Aves 0 0
2012/13 - 2ª Liga | Feirense - Tondela 2 1
2012/13 - 2ª Liga | Trofense - Feirense 1 2

COMPARADOR
CD Feirense
15º classificado - 36 pontos
9 vitórias, 9 empates e 13 derrotas
43 golos marcados e 48 sofridos
Jogos do Feirense em casa
6 vitórias, 7 empates e 2 derrotas
25 golos marcados e 17 golos sofridos
Últimos jogos em casa
Feirense - Leixões 2-2
Feirense - Portimonense 3-3
Feirense - Penafiel 0-0
Feirense - Oliveirense 1-2
::::::::::
VSC Guimarães B
21º classificado - 23 pontos
4 vitórias, 11 empates e 15 derrotas
14 golos marcados e 34 sofridos
Jogos do Guimarães B fora
1 vitória, 4 empates e 11 derrotas
6 golos marcados e 26 sofridos
Últimos jogos fora
Atlético - V. Guimarães B 3-1
Arouca - V. Guimarães B 3-0
FC Porto B - V. Guimarães B 4-0
Santa Clara - V. Guimarães B 1-0

Últimos confrontos:
Estreia!

Jogadores castigados:
Não há

Jogadores em perigo de exclusão:
Carlos Fonseca, Platiny e Carvalho

Convocados:
GR - Marco Rocha e Carlos
DF - Oliveira, Luciano, André Santos, William e Marcelo
MD - Sténio, Diogo Cunha, Ludovic, Tiago Miguel, João Ricardo, Rafa e Uillian
AV - Jorge Gonçalves, Pires, Carlos Fonseca e Samir

segunda-feira, 11 de Março de 2013

Resultados do Futsal

1ª Divisão Distrital

19ª Jornada | Feirense - Travassô 5-0
Próxima jornada | Saavedra Guedes - Feirense| 17 Março - 18 horas

Classificação:


Resultados das camadas jovens

NACIONAL

JUNIORES
2ª Divisão Nacional
Promoção

5ª Jornada: Feirense - Trofense 1-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Merelinense

JUVENIS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase - Manutenção/Descida
Série B

6º Jornada: Fiães - Feirense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Maia Lidador

INICIADOS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase
Série B

7ª Jornada: Feirense - U. Leiria 3-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Fayal

DISTRITAL

JUNIORES
1ª Divisão Distrital
Série dos últimos

6ª Jornada: Cucujães - Feirense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Loureiro

JUVENIS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

6ª Jornada: Feirense - Oliveirense 0-3
Classificação:
Próxima jornada: Beira Mar - Feirense

INICIADOS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

6ª Jornada: Fiães - Feirense 3-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Mealhada

2ª Divisão Distrital
Série dos últimos
Série B

7ª Jornada: Rio Meão - Feirense 1-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Fiães

INFANTIS A
Série dos primeiros

7ª Jornada: Feirense - Anadia 0-5
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Sanjoanense

Série dos últimos
Série C

7ª Jornada: Feirense - Rio Meão 10-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Paramos

INFANTIS B
Série dos primeiros

6ª Jornada: Mealhada - Feirense 0-6
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Anadia

Série dos últimos
Série C

6ª Jornada: Cucujães - Feirense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Cesarense

BENJAMINS A
Série dos primeiros

7ª Jornada: Feirense - Anadia 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Mourisquense - Feirense

Série dos últimos
Série C

7ª Jornada: Feirense - Milheiroense 3-1
Classificação:
Próxima jornada: Arrifanense - Feirense

BENJAMINS B
Série dos últimos
Série C

6ª Jornada: Cesarense - Feirense 1-10
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Milheiroense

Série dos últimos
Série D

6ª Jornada: Oliveirense - Feirense 0-9
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Avanca


TRAQUINAS A
Série dos primeiros

7ª Jornada: Oliveirense - Feirense 2-7
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Beira Mar

Série dos últimos
Série B

7ª Jornada: Feirense - P. Brandão 1-4
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Salesianos Arouca

Video do Tondela 1 - Feirense 2


domingo, 10 de Março de 2013

Tondela 1 - Feirense 2

Feirense venceu hoje em Tondela por duas bolas a uma, depois de estarem a perder * Pires e Samir consumaram a reviravolta no marcador

Quim Machado lançou Luciano a titular e conservou a titularidade de Carlos na baliza neste jogo com o Tondela, tal como a de André Santos, deixando William no banco de suplentes.

O jogo começou lento, com as equipas as estudarem-se mutuamente nos primeiros minutos. Quim Machado apostou num futebol ofensivo, jogando apenas com um médio defensivo (Sténio), e, nas jogadas defensivas, deixando sempre dois jogadores soltos no ataque, de forma a tentar aproveitar possíveis contra-golpes. Ao jogar desta forma, o Feirense obrigou a equipa de Vítor Paneira a retrair-se no terreno, o que dava o domínio territorial aos "azuis".

As ocasiões de golo, durante toda a primeira parte, foram escassas e a unica oportunidade real de golo pertenceu ao Feirense. Aos 37 minutos, Rafa conseguiu furar a muralha defensiva do Tondela mas viu o guarda-redes Cláudio antecipar-se e segurar a bola. A primeira parte foi de muita luta a meio-campo e com pouquíssimos remates à baliza.

A segunda parte foi bem diferente com ambas as equipas a tentarem chegar ao golo. O primeiro lance de perigo da segunda metade pertenceu ao Feirense quando Diogo Cunha, aos 53 minutos, rematou forte e viu a bola passar a milímetros da barra da baliza de Cláudio. Aos 58 minutos Tiago Carneiro recebeu um cruzamento da direita e cabeceou de cima para baixo, como mandam as regras, mas Carlos, com uma grande defesa, desviou a bola pela linha de fundo. Na sequência do canto, Boubacar saltou mais alto do que os defesas e cabeceou para o golo. Com o golo sofrido Quim Machado decidiu mexer na equipa e, em desvantagem no marcador, lançou Carlos Fonseca, Tiago Jogo e Samir por troca com Ludovic (muito apagado), Jorge Gonçalves e Diogo Cunha. Estas alterações acabariam por ser determinantes no desfecho da partida.

A equipa de Quim Machado carregava e aos 78 minutos chegou finalmente ao empate, com um remate forte do ponta-de-lança Pires, após magnifico trabalho de Carlos Fonseca, que assim restabelecia, de forma justa, a igualdade no marcador. O Feirense não se deu por satisfeito e continuou a pressionar em busca do segundo golo, que chegaria apenas cinco minutos depois, num remate de calcanhar de Samir após assistência de Rafa.

Dois minutos depois do segundo golo do Feirense, os da casa reclamaram uma possível grande penalidade, por mão na bola de Sténio que Artur Soares Dias não assinalou.

Os minutos finais foram de pressão por parte do Tondela. Aos 88 minutos Tiago Barros cabeceou à barra e três minutos depois, Luciano desviou de cabeça um remate de Diogo Fonseca que levava a direcção da baliza. No último lance da partida, Tiago Barros rematou forte e a bola passou a milímetros do poste da baliza de Carlos.

Foi uma vitória muito importante para o Feirense que, assim, aumentou a vantagem para os lugares de descida, passando agora a dispor de dez pontos de avanço.

Quim Machado estava naturalmente satisfeito com a vitória da sua equipa e não deixou de enaltecer a atitude dos seus jogadores: "As substituições hoje resultaram em pleno. Após o golo do Tondela tivemos uma boa reação. Tenho que realçar o comportamento dos meus jogadores, já os critiquei noutras alturas. O Feirense nunca pode olhar para baixo mas temos de ter cuidado porque estávamos só a 7 pontos e agora estamos a 10", disse o técnico.

Na próxima jornada o Feirense recebe o V. Guimarães B. O jogo realiza-se no próximo sábado, às 11h15, e tem transmissão televisiva na Sport-TV.

sábado, 9 de Março de 2013

Equipa de Futsal continua a somar vitórias

A equipa de Futsal do Feirense continua a somar vitórias. Hoje, a equipa de Joaquim Augusto venceu o Travassô por 5-0 e subiu, provisoriamente ao terceiro lugar da classificação. O líder da prova, a equipa do Atómicos, recebeu e venceu o Esgueira por 2-1.

O Feirense continua a sua recuperação na classificação e, nos últimos nove jogos, soma oito vitórias e apenas um empate, diante da Juventude de Fiães. Os "azuis" já possuem o melhor ataque do campeonato com 84 golos marcados.

Na próxima jornada, dia 17 às 18 horas, o Feirense vai até Pardilhó (Estarreja) para defrontar o Saavedra Guedes, actual segundo classificado.

Convocados para Tondela

Quim Machado chamou 20 jogadores para a difícil deslocação a Tondela.

A grande novidade na lista do técnico do Feirense é a chamada de Marcão, ele que não era opção desde a jornada 22. De volta aos convocados estão Diogo Cunha e Marcelo após terem cumprido um jogo de castigo.

Júlio César continua fora dos eleitos de Quim Machado, assim como Sérginho, Carvalho e Platiny que continuam a recuperar das respectivas lesões.

Convocados:
GR - Marco Rocha e Carlos
DF - Oliveira, Luciano, André Santos, William, Filipe Babo e Marcelo
MD - Sténio, Diogo Cunha, Ludovic, Tiago Jogo, João Ricardo, Uillian, Rafa e Marcão
AV - Jorge Gonçalves, Pires, Carlos Fonseca e Samir

sexta-feira, 8 de Março de 2013

Antevisão

 photo 31-Tondela-CDF_zpsc070d963.png
Segunda Liga
31ª Jornada
TONDELA - FEIRENSE
Domingo, 10 | 15 horas
Local: Estádio João Cardoso

Árbitro para este jogo:
Artur Soares Dias | AF Porto
33 anos | Director de Recursos Humanos

Jogos do Feirense apitados por Artur Soares Dias:
2005/06 - 2ª Liga | Feirense - Maia 0 2
2005/06 - 2ª Liga | Feirense - Vizela 5 0
2008/09 - 2ª Liga | Oliveirense - Feirense 2 1
2008/09 - 2ª Liga | Olhanense - Feirense 2 1
2009/10 - 2ª Liga | Feirense - Varzim 4 0
2009/10 - 2ª Liga | Freamunde - Feirense 1 2
2010/11 - 2ª Liga | Feirense - Santa Clara 1 0
2010/11 - 2ª Liga | Estoril - Feirense 0 1
2011/12 - 1ª Liga | Feirense - Olhanense 1 1

COMPARADOR
CD Tondela
10º Classificado - 44 pontos
12 vitórias, 8 empates e 10 derrotas
38 golos marcados e 37 sofridos
Jogos do Tondela em casa
8 vitórias, 2 empates e 4 derrotas
24 golos marcados e 19 sofridos
Últimos jogos em casa
Tondela - Freamunde 1-0
Tondela - Santa Clara 4-2
Tondela - Benfica B 1-0
Tondela - Belenenses 1-5
::::::::::
CD Feirense
15º Classificado - 33 pontos
8 vitórias, 9 empates e 13 derrotas
41 golos marcados e 47 sofridos
Jogos do Feirense fora
2 vitórias, 2 empates e 11 derrotas
16 golos marcados e 30 sofridos
Últimos jogos fora
Benfica B - Feirense 1-3
Naval - Feirense 2-0
Aves - Feirense 3-3
U. Madeira - Feirense 3-3

Últimos confrontos:
Estreia!

Jogadores castigados:
Não há

Jogadores em perigo de exclusão:
Platiny, Carlos Fonseca e Carvalho

quinta-feira, 7 de Março de 2013

Maria Almeida está sempre pronta a ajudar no Feirense

          Diz-se feliz a ajudar e garante que apenas o faz pelo prazer que isso lhe dá. Nos últimos oito anos não falhou um jogo ou um treino da equipa do seu filho, mas o auxilio que presta visa todo o clube

De há oito anos para cá, a vida de Maria Almeida sofreu uma mudança radical. A recusa do seu filho, Joca, em seguir natação, por preferir praticar futebol, levou-a ao Complexo desportivo do Feirense. Na altura não sabia, mas esse foi o primeiro passo de uma ligação bastante forte ao clube, que a faz estar sempre presente, para ajudar a suprir qualquer necessidade que surja pelo caminho.

Não falha um jogo, nem sequer um treino da equipa Júnior A dos fogaceiros, onde actua o seu filho, Joca. Até aqui nada de novo, mas a acção de Maria Almeida junto do clube extravasa  em muito, o mero acompanhamento da evolução do seu filho.

As necessidades do clube tomam-se, muitas vezes, em verdadeiras aventuras, tudo em nome do prazer que sente em ajudar quem precisa: "Se calhar, há pessoas que sentem prazer em ir ao Shopping, e eu sinto-me bem em ajudar os miúdos".

Ao longo dos últimos anos, as histórias acumulam-se. "Alguns miúdos foram embora mas nunca os esquecemos", começa por dizer, para de seguida recordar "um rapaz, de Grijó, que não tinha boleia e, aos sábados de manhã, ia busca-lo para vir para os jogos", ou o Bruno "que vinha a pé, todos os dias, das piscinas do Cavaco". "Comecei a aperceber-me disso e disse à mãe que o levava até à rotunda. Depois, quando dei por ela, estava responsável pelo Bruno. Ele já não focava na rotunda, ia leva-lo mesmo a casa" - completou.

Maria Almeida é ainda responsável pelos lanches da comitiva fogaceira nos jogos fora de casa. "Ao principio ainda havia lanches mas houve uma altura em que deixou de haver. E eu achava que os miúdos acabavam os jogos e tinham de ter umas sandes. Eu levava para o meu filho. Depois comecei a levar para alguns jogadores, e comecei a pensar que, com 20 pães, podia levar para todos".

E assim é em todas as visitas do Feirense. "Há dois anos, quando era o Tiago (Oliveira) e o senhor Manuel Teixeira, íamos à Guarda e eu levava chá para eles beberem durante a viagem" - recorda Maria Almeida que sublinha ser "a unica que vem atrás da camioneta" nos jogos fora, até porque "de que adianta vir antes e ter de esperar cá por ela?".

DO DENTISTA ÀS MEIAS

Já durante esta temporada, Micael, atleta júnior do Feirense, esteve um período lesionado. "Pensou-se que seria algum dente que precisasse de ser tratado", diz Maria Almeida que, sabendo que "ele não tem aqui a mãe", tratou de arranjar uma consulta "low-cost". O barato virou grátis, até porque "ele tinha os dentes optimos".

Um outro desafio prendeu-se com a compra de umas meias novas para todo o plantel júnior azul. Logo que soube dessa necessidade, tratou de as comprar, até porque reconhece "que o clube também tem as suas dificuldades", para além de crer que está a "investir na formação dos jovens, porque aqui não aprendem só a jogar à bola, mas também a gerir emoções e a saberem ter regras, porque cá fora, na vida, vão precisar delas".

Mesmo admitindo que nunca nenhum director lhe pediu nada, "apenas ajuda", Maria Almeida sente-se feliz com o papel que desempenha no clube. "Não faço parte da Direcção nem nada disso, mas vivo muito isto", tanto que, na época passada, "ajudava a cozinhar para a equipa do Adolfo (Juniores A), para ver se ela melhorava um bocadinho". "E não era a equipa do meu filho" - recorda.

AUXILIO COMO AGRADECIMENTO AO PAPEL DO CLUBE NA VIDA DO FILHO

Maria Almeida assegura que tudo o que faz  pelo Feirense "nunca é demais". Isto porque reconhece o papel que o clube teve na evolução do seu filho, Joca, hoje atleta dos Juniores A. "Tenho de agradecer ao Feirense porque o meu filho está um homem" - diz. Puxando o filme atrás, Maria Almeida recorda-se de como tudo começou. Há oito anos, quando se deslocou pela primeira vez ao Complexo desportivo do clube, lembra-se que "o Joca não sabia o que era chutar uma bola, mas ficou".

Isso faz com que diga, frequentemente, ao seu filho "que é um menino de ouro", pelo "carinho que sempre teve cá". Para isso muito contribui o facto de Joca ser uma pessoa "humilde, educada e que nunca teve uma chatice com ninguém", virtudes que também desenvolveu no clube.

"O Feirense é uma família  Eu própria aprendi, aqui, a dar valor a muitas coisas na vida. Quando acabar isto, não sei o que vou fazer. Mas o que faço é por livre vontade e porque gosto" - assegura Maria Almeida.

  • in: jornal "Correio da Feira"

Os números do Feirense

O Feirense vive, até ao momento, um momento conturbado no plano desportivo. A época tem sido decepcionante para uma equipa que se assumiu como candidato à subida de divisão. Várias mudanças na equipa técnica não mudaram o rumo das coisas. Os resultados são, na maioria das vezes, uma grande desilusão.

Henrique Nunes que começou a época, formou a equipa e durante a pré-época esta deu sinais de que a luta pela subida à Liga seria uma realidade. O ponta-de-lança Pires e o avançado Jorge Gonçalves foram os nomes mais sonantes nas aquisições feitas pela Direcção liderada por Franklim Freitas. Apesar das várias saídas do plantel no final da época passada, os responsáveis fogaceiros souberam equilibrar bem a balança com a aquisição de vários atletas que, apesar de desconhecidos, revelaram qualidades suficientes para representar o clube.

A presença do Feirense na Taça da Liga, durante a fase de grupos, foi um passeio à qualidade do grupo comandado por Henrique Nunes. Penafiel e Portimonense, adversários dos "azuis" no Estádio Marcolino de Castro, foram vitimas do excelente futebol praticado pelos fogaceiros, que asfixiaram os seus oponentes, onde só os resultados (2-1 em ambas as partidas) pecaram por escassos face às inúmeras oportunidades de golo criadas.

O inicio do campeonato para o Feirense foi dramático para um candidato à subida, onde a equipa averbou três derrotas em outros tantos jogos. As exibições que a equipa realizou na Taça da Liga passaram a ser uma miragem no campeonato. Em consequência dos maus resultados, Henrique Nunes foi despedido e para o seu lugar veio Bruno Moura. O ex-técnico do Santa Clara não esteve muito tempo à frente dos destinos da equipa. Cinco jogos depois Bruno Moura também foi despedido devido aos maus resultados. Os dois jogos seguintes foram orientados pelo treinador adjunto Nuno Santos, que também é treinador da equipa Júnior do Feirense que participa na 2ª Divisão Nacional. Em dois jogos Nuno Santos conseguiu duas vitórias, uma na Taça da Liga, diante do primodivisionário Moreirense, e outra para a 2ª Liga (a primeira na prova) ante o União da Madeira por 3-1.

Para o lugar de Bruno Moura chegou Quim Machado, técnico que levou o Feirense à 1ª Liga e orientou os destinos dos "azuis" durante quase toda a época na divisão maior do nosso futebol. Quim Machado estreou-se com uma derrota por 2-0 no terreno da Oliveirense. Nos 5 primeiros jogos do novo técnico no Estádio Marcolino de Castro, a contar para a 2ª Liga, o Feirense contabilizou outras tantas vitórias. A equipa estabilizou o seu futebol, em especial no sector defensivo, e a escalada na tabela classificativa começou lentamente a ser uma realidade. A grande pecha da equipa de Quim Machado continuava, no entanto, a ser os jogos disputados fora do seu reduto. Os "azuis" averbaram por derrotas todos os jogos disputados fora de portas.

Os rumores de que haveriam jogadores insatisfeitos no plantel fogaceiro tomavam conta do dia-a-dia dos adeptos. Vários nomes eram apontados como sendo os responsáveis pelo momento vivido pelo clube. A derrota sofrida no terreno do Atlético despoletou a ira de Rodrigo Nunes, antecessor de Franklim Freitas na presidência do clube e actual presidente-adjunto, que, aos microfones da Sintonia Feirense, acusou os jogadores de não respeitarem a instituição que representam nem o presidente do clube. Apenas uma semana depois, no jogo da Lourinhã a contar para a Taça de Portugal, o Feirense sofreu uma humilhante derrota por 3-2, depois de estar a vencer por 0-2 perante a equipa do Lourinhanense que milita na 3ª Divisão Nacional. Esta derrota irritou bastante os adeptos que não se inibiram ao demonstrar a sua indignação à chegada da equipa a Santa Maria da Feira.

A verdade é que após este episódio as coisas melhoraram para o Feirense. Após a vitória caseira sobre o Marítimo B, seguiu-se o primeiro ponto conquistado fora de portas, diante do Sporting B, com uma boa exibição que mereceu rasgados elogios de várias partes. Apesar do precalso sofrido em Freamunde (derrota por 3-2), acreditava-se que a recuperação era possível e que a luta pela subida de divisão ainda poderia ser uma realidade. Puro engano!

Logo no inicio da segunda volta, o Feirense recebeu o líder Belenenses. O jogo era aguardado com alguma expectativa que, em caso de vitória dos fogaceiros, relançaria em definitivo a equipa novamente na luta pela subida de divisão. Infelizmente, depois de o Feirense estar a vencer por 2-0, e a jogar com mais uma unidade, a equipa não foi capaz de segurar a vantagem e deixou-se empatar. Depois deste jogo instalou-se alguma desilusão na equipa e nos adeptos, o que viria a ter reflexos nos jogos seguintes. Apesar da excelente vitória o Estádio da Luz diante do Benfica B por 3-1, o Feirense nunca mais conseguiu vencer um jogo, registando até ao momento sete partidas sem conhecer o doce sabor da vitória, contabilizando apenas 4 empates.

A contestação ao técnico Quim Machado cresce a cada jogo que passa, aliando a tudo isto as fracas exibições que a equipa tem feito. Também não tem ajudado à reputação do técnico as consecutivas ausências de Luciano do onze inicial da equipa que, inclusive, já chegou a ficar fora dos convocados em duas ocasiões. Mas quem decide é o treinador e só ele saberá as razões das suas escolhas.

Os lugares de descida aproximam-se perigosamente e há que fazer soar o alarme rapidamente.

Estatísticas do Feirense até ao momento:

6º melhor ataque com 41 golos marcados
2ª pior defesa com 47 golos sofridos

Apenas 2 vitórias e 2 empates conquistados fora de portas, o que faz um total de 8 pontos conquistados fora de Santa Maria da Feira.

A equipa apenas por uma vez conseguiu vencer dois jogos consecutivos, e nunca conseguiu mais do que três jogos seguidos a pontuar.

A pior série da equipa foi no inicio do campeonato onde registou 3 derrotas consecutivas.

12 golos marcados nos últimos quinze minutos das primeiras partes e 13 nos últimos quinze das segundas metades são os mais produtivos no que toca a golos marcados.

A equipa sofreu 21 golos nos últimos trinta minutos, sendo que 4 foram para além do minuto 90.

Jorge Gonçalves é o melhor marcador da equipa com 9 golos marcados.

O Feirense pagou, até ao momento, 8.755,00 euros em multas, sendo que 4.164,00 euros foram multas ao clube e o restante (4.591,00 euros) foram multas aos jogadores.

O defesa-central Oliveira foi quem pagou mais até ao momento, com um total de 501,00 euros, seguido de Luciano e Pires, ambos com 385,00 euros cada um.

segunda-feira, 4 de Março de 2013

Faleceu Rui Maia

Rui Maia, antigo jogador do Feirense, faleceu no passado Sábado com 79 anos de idade.
Rui Firmino Faria Maia nasceu em 6 de Abril de 1933 na Cidade da Praia, Ilha de Santiago, em Cabo Verde. Era filho de pai português e de mãe cabo-verdiana.

Começou a jogar futebol a nível competitivo com 17 anos em Cabo Verde na equipa principal do Clube Desportivo Travadores. Depois representou a Académica de Mindelo e o Rápido Clube da Praia.
Chegou a Portugal em 1957 e treinou durante 6 meses no Benfica treinado por Otto Glória. No entanto, o seu primeiro clube oficialmente em Portugal foi o Atlético Clube de Portugal.
Posteriormente nas épocas de 1958/59 e 1959/60 representou a Académica de Coimbra. Rui Maia em Coimbra continuou os seus estudos em Direito.

Ingressou no Feirense na época de 1960/61 onde permaneceu durante três intensas épocas. Instalou-se na Vila da Feira juntamente com a sua família, onde foi professor no antigo Externato de Santa Maria.
O valoroso centro-campista em 1961/62 fez parte da equipa do Feirense que subiu à I Divisão Nacional e no ano seguinte representou o Feirense no campeonato principal do futebol português. Rui Maia realizou 80 jogos oficiais com a camisola do Feirense.

Rui Maia iniciou a carreira de treinador no Feirense em 1962/63 quando ainda era jogador e posteriormente em 1963/64 representou a Oliveirense também como treinador e jogador. Treinou ainda a Sanjoanense, quando esta equipa esteve na I Divisão Nacional, na época de 1968/69.

Em 2010 Rui Maia publicou as "Memórias Avulsas de Rui Maia - 50º aniversário da Geração de Ouro de 1960 do Clube Desportivo Feirense".

Actualmente residia em São João da Madeira.

Fonte:
"Memórias Avulsas de Rui Maia - 50º aniversário da Geração de Ouro de 1960 do Clube Desportivo Feirense".


Luís Filipe Higino

Resultados das camadas jovens

NACIONAL

JUNIORES
2ª Divisão Nacional
Promoção

4ª Jornada: Vizela - Feirense 2-2
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Trofense

JUVENIS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase - Manutenção/Descida
Série B

5º Jornada: Feirense - Leixões 1-2
Classificação:
Próxima jornada: Fiães - Feirense

INICIADOS
1ª Divisão Nacional
2ª Fase
Série B

6ª Jornada: Sanjoanense - Feirense 2-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - U. Leiria

DISTRITAL

JUNIORES
1ª Divisão Distrital
Série dos últimos

5ª Jornada: Feirense - Esmoriz 3-2
Classificação:
Próxima jornada: Cucujães - Feirense

JUVENIS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

5ª Jornada: Anadia - Feirense 4-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Oliveirense

INICIADOS
1ª Divisão Distrital
Série dos primeiros

5ª Jornada: Feirense - Gafanha 2-0
Classificação:
Próxima jornada: Fiães - Feirense

2ª Divisão Distrital
Série dos últimos
Série B

6ª Jornada: Feirense - Esmoriz 0-1
Classificação:
Próxima jornada: Rio Meão - Feirense

INFANTIS A
Série dos primeiros

6ª Jornada: Canedo - Feirense 1-8
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Anadia

Série dos últimos
Série C

6ª Jornada: Arrifanense - Feirense 3-4
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Rio Meão

INFANTIS B
Série dos primeiros

5ª Jornada: Feirense - Sanjoanense 4-0
Classificação:
Próxima jornada: Mealhada - Feirense

Série dos últimos
Série C

5ª Jornada: Feirense - Sanjoanense 5-1
Classificação:
Próxima jornada: Cucujães - Feirense

BENJAMINS A
Série dos primeiros

6ª Jornada: Beira Vouga - Feirense 1-3
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Anadia

Série dos últimos
Série C

6ª Jornada: Mosteirô FC - Feirense 0-1
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - Milheiroense

BENJAMINS B
Série dos últimos
Série C

5ª Jornada: Feirense - Arrifanense 1-1
Classificação:
Próxima jornada: Cesarense - Feirense

Série dos últimos
Série D

5ª Jornada: Feirense - Cucujães 4-2
Classificação:
Próxima jornada: Oliveirense - Feirense


TRAQUINAS A
Série dos primeiros

6ª Jornada: Feirense - Gafanha 3-1
Classificação:
Próxima jornada: Oliveirense - Feirense

Série dos últimos
Série B

6ª Jornada: Arouca - Feirense 4-0
Classificação:
Próxima jornada: Feirense - P. Brandão

Futsal | Mais uma vitória

A equipa de Futsal do Feirense venceu hoje o Sporting de Silvalde por 7-1 e subiu ao quinto lugar, mantendo os seis pontos de atraso para o primeiro classificado, a equipa do Atómicos.

Na próxima jornada, dia 18, o Feirense recebe a equipa do Travassô. O jogo está marcado para as 18 horas no Pavilhão da Lavandeira.

Classificação:

domingo, 3 de Março de 2013

Feirense 1 - Oliveirense 2

Feirense derrotado no último minuto * Nos últimos 8 jogos realizados no Marcolino de Castro, entre estas duas equipas, a Oliveirense venceu por 6 vezes * O guarda-redes Carlos estreou-se a titular

O jogo começou intenso, ou não fosse este um derby a sério, e, fruto de uma desatenção colectiva, Rui Lima surgiu solto a encostar para o fundo da baliza, aos 5 minutos. Três minutos depois, Jorge Gonçalves, na conversão de uma grande penalidade, empatou a partida.

Com este inicio de jogo, esperava-se um bom jogo de futebol, mas, apesar do equilíbrio, a partida foi de fraco nível. Apesar disso, não faltaram oportunidades para marcar em ambas as balizas. Rui Lima é claramente o motor da Oliveirense, e dos seus pés (e da cabeça) surgiram as melhores chances para os visitantes, enquanto que do lado do Feirense Pires esteve muito perto da reviravolta quando viu um remate seu bater no poste da baliza de João Pinho. Até ao intervalo o equilíbrio foi a nota dominante mas sem mais alterações no marcador.

Na segunda parte a toada manteve-se, mas pertenceu à Oliveirense a primeira oportunidade de golo quando Avto se isolou e, na cara de Carlos, rematou ao lado. Na resposta, Rafa atirou rente ao poste e alguns minutos depois o guardião João Pinho desviou para o poste um centro-remate de Jorge Gonçalves.

Nos últimos 20 minutos de jogo a Oliveirense apostou claramente em segurar o empate e foi quebrando o (pouco) ritmo do jogo. No último minuto de jogo (94'), na cobrança de um livre, Barry cabeceou com exito para o fundo da baliza de Carlos, com a bola a bater no poste antes de entrar. Foi um balde de água gelada que o Feirense não merecia, apesar do fraco jogo realizado.

O central Carvalho, em consequência de um choque com um adversário, partiu a cana do nariz.

As coisas não estão fáceis para o Feirense, está sem vencer há 7 jogos e viu a linha de descida aproximar-se, estando agora a apenas 7 pontos. Segue-se o Tondela como próximo adversário dos "azuis".

sábado, 2 de Março de 2013

Luciano e Oliveira de volta aos convocados

Luciano e Oliveira estão de regresso aos convocados. Os dois defesas centrais, que falharam a deslocação à Madeira, onde o Feirense saiu derrotado por 3-0, regressam aos eleitos do técnico Quim Machado para o encontro de domingo com a Oliveirense.

Diogo Cunha e Marcelo são baixas certas na equipa uma vez que ambos terão de cumprir um jogo de castigo cada um. O primeiro foi expulso por acumulação de cartões e o segundo viu o quinto amarelo da época. Sérginho, que continua a recuperar de uma lesão no joelho, tal como Platiny, e Júlio César também ficam fora das escolhas para o jogo de domingo.

Convocados:

GR - Marco Rocha e Carlos
DF - Oliveira, Luciano, André Santos, Carvalho, William e Filipe Babo
MD - Sténio, Ludovic, Tiago Miguel, João Ricardo, Rafa e Uillian
AV - Pires, Jorge Gonçalves, Carlos Fonseca e Samir

sexta-feira, 1 de Março de 2013

Antevisão

 photo 30-CDF-Oliveirense.png
Segunda Liga
30ª Jornada
FEIRENSE - OLIVEIRENSE
Domingo, 03 | 15 horas
Local: Estádio Marcolino de Castro

Árbitro para este jogo:
Nuno Almeida | AF Algarve
37 anos | Advogado

Jogos do Feirense apitados por Nuno Almeida:
2005/06 - 2ª Liga | Ovarense - Feirense 2 0
2006/07 - 2ª Liga | Feirense - Estoril 1 0
2006/07 - 2ª Liga | D. Chaves - Feirense 1 1
2006/07 - 2ª Liga | Penafiel - Feirense 1 0
2012/13 - T. Portugal | Lourinhanense - Feirense 3 2

COMPARADOR
CD Feirense
16º classificado - 33 pontos
8 vitórias, 9 empates e 12 derrotas
40 golos marcados e 45 sofridos
Jogos do Feirense em casa
6 vitórias, 7 empates e 1 derrota
24 golos marcados e 15 sofridos
Últimos jogos em casa
Feirense - Belenenses 2-2
Feirense - Leixões 2-2
Feirense - Portimonense 3-3
Feirense - Penafiel 0-0
::::::::::
UD Oliveirense
8º Classificado - 43 pontos
11 vitórias, 10 empates e 8 derrotas
39 golos marcados e 34 sofridos
Jogos da Oliveirense fora
2 vitórias, 7 empates e 5 derrotas
15 golos marcados e 20 sofridos
Últimos jogos fora
Sporting B - Oliveirense 1-1
Marítimo B - Oliveirense 0-0
FC Porto B - Oliveirense 3-1
Freamunde - Oliveirense 1-3

Últimos confrontos:
1993/94 - 2ª Div. B | Feirense - Oliveirense 1-0
1999/00 - 2ª Div. B | Feirense - Oliveirense 1-2
2000/01 - 2ª Div. B | Feirense - Oliveirense 1-3
2002/03 - 2ª Div. B | Feirense - Oliveirense 1-4
2008/09 - 2ª Liga | Feirense - Oliveirense 0-1
2009/10 - 2ª Liga | Feirense - Oliveirense 2-1
2010/11 - 2ª Liga | Feirense - Oliveirense 2-3

Jogadores castigados:
Diogo Cunha (1 jogo)
Marcelo (1 jogo)

Jogadores em perigo de exclusão:
Platiny, Carlos Fonseca e Carvalho