sábado, 19 de abril de 2014

Feirense-Trofense, 0-0: Nem os penáltis desfizeram o nulo

O Feirense empatou este 0-0 com o Trofense, em jogo da 39º jornada da Segunda Liga, disputado no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira, marcado por uma expulsão para cada lado. Icaro (44 minutos), do Feirense, e Tiago Mesquita (84), do Trofense, foram admoestados com cartão vermelho, na na sequência de duas grandes penalidades assinaladas pelo árbitro portuense Rui Costa, que foram desperdiçadas por Hélder Sousa e Jorge Gonçalves.

O Feirense foi quem deu o primeiro sinal de perigo, num cabeceamento de Ricardo Barros que Diogo Freire defendeu com dificuldade, aos 10 minutos. A equipa de Pedro Miguel teve mais iniciativa e voltou a criar perigo aos 25 minutos, quando Barge rematou ao poste depois de um cruzamento rasteiro para a área de Ricardo Valente. O Trofense tentou investir no contra-ataque e quase inaugurou o marcador na sequência de um canto, com Zé Pedro a salvar o Feirense em cima da linha de golo, depois de um remate de Preciado (37). A primeira parte terminaria com alguma polémica, depois do árbitro Rui Costa punir com grande penalidade um corte limpo de Ícaro sobre Brayan Riascos (44). O defesa do Feirense viu o segundo cartão amarelo e recebeu ordem de expulsão.

Na cobrança da grande penalidade, Hélder Sousa permitiu a defesa de Marco Rocha. Na segunda parte, a produção ofensiva das equipas caiu e a apatia tomou conta do jogo. A emoção regressou quando Rui Costa voltou a assinalar grande penalidade, mas desta vez a favor do Feirense. Diogo Freire derrubou Jorge Gonçalves dentro da área (82), mas o árbitro entendeu que a falta foi cometida por Tiago Mesquita, acabando por expulsar o defesa do Trofense. Encarregado de marcar a grande penalidade, Jorge Gonçalves viu Diogo Freire negar-lhe o golo com uma boa defesa. Ainda antes do final do encontro, Preciado teve uma boa iniciativa e rematou forte à entrada da área, mas a bola saiu por cima da barra da baliza de Marco Rocha.

Jogo no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.

Feirense-Trofense, 0-0.

Equipas:

Feirense: Marco Rocha, Icaro, Sténio, Ricardo Barros (Jorge Gonçalves, 46), Tonel, Diogo Bittencourt, Cris, Zé Pedro, Fábio, Barge (Hélder Rodrigues, 63) e Ricardo Valente (Valdinho, 84).

Suplentes: Paiva, Tiago Jogo, Ruben Oliveira, Jorge Gonçalves, Hélder Rodrigues, Valdinho e Cedric.

Treinador: Pedro Miguel.

Trofense: Diogo Freire, Tiago Mesquita, Márcio, Mateus, Nanissio (João Jesus, 67), Dennis (Maicon Assis, 46), Preciado, Luís Alberto, Hélder Sousa, Tiago e Brayan Riascos (Rateira, 84).

Suplentes: Conrado, João Jesus, Maicon Assis, Richard Caicedo, Neves, Jorge Inocêncio e Rateira

Treinador: Porfírio Amorim. Árbitro: Rui Costa (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo a Icaro (30 e 44), Dennis (31), Brayan Riascos (45), Ricardo Barros (45), Cris (45), Preciado (45) e Barge (56). Cartão vermelho, por acumulação, para Icaro (44). Cartão vermelho direto para Tiago Mesquita (82).

in: Record online

1 comentário:

João disse...

Fernando ou William Carvalho? Votem no Duelo Futebolístico em http://galaxiafutebolistica.blogspot.pt

Abraços

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack