segunda-feira, 19 de maio de 2014

Andebol | Objectivos bem defenidos

Com pouco mais de uma década de actividade o Feirense Andebol procura afirmar-se

Criar uma equipa sénior e duas femininas são os objectivos do Feirense Andebol

Criado em 2003, a secção de Andebol do CD Feirense já chegou a competir na I Divisão Nacional de Juvenis. Mantendo a ideia inicial e, tendo apenas equipas a nível dos escalões de formação, a próxima temporada já tem objectivo definido. Com uma estratégia bem pensada a ideia passa pela criação de uma equipa sénior.

Escalões de formação integram equipas vizinhas

Actualmente com todos os escalões de formação impostos pela Federação Nacional de Andebol, a equipa de juniores é o patamar máximo de quem pratica a modalidade no CD Feirense. O trajecto seguinte é elaborado pela actual direcção e equipa técnica que, num esforço de permitir a evolução dos atletas de andebol, estabelecem parcerias com equipas dos clubes vizinhos. “A coordenação faz o trabalho de encaminhamento. Procuramos clubes que tenham uma filosofia idêntica à nossa e tentamos encaixá-los de forma a que no futuro possam regressar melhores do que o que foram” referiu Manuel Gregório, Coordenador desportivo da modalidade. E a ideia é mesmo essa. Satisfeito com os resultados até agora atingidos, o objectivo da próxima temporada já está definido e passa pelo projecto sénior. Assim, a curto prazo, o clube pretende criar uma equipa sénior de forma a poder dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelos jogadores juniores que ali se formam. “É bastante importante para o clube. Cada vez temos mais juniores e estamos a perdê-los” – lembrou o mesmo responsável, o qual acrescentou que será necessário criar uma filosofia que em quatro ou cinco anos permita aos séniores estar numa primeira divisão nacional. Mas algum trabalho ainda há a fazer e uma das dificuldades prende-se com a falta de instalações.

Procura cresceu e o espaço escasseia

Desde a temporada transacta, o clube de andebol do Feirense tem assistido a uma procura crescente em parte pelo trabalho de captação realizado nas escolas.

Actualmente a estrutura criada tem actuado nas escolas, explicando a modalidade e tentando incentivar à prática de andebol na cidade. Os resultados têm sido notórios, as inscrições aumentaram, largamente – 120 atletas – e agora o clube vê-se a braços com a falta de espaços físicos que consigam comportar o número de atletas inscritos em cada escalão. “Agora temos um problema de quantidade e falta de espaço e a rentabilidade, a nível de treino, é preocupante” – referiu Manuel Gregório. O também treinador dos juvenis explicou ainda que, a curto médio prazo, se a situação não for resolvida, é possível que se assista à perda de qualidade de jogo, uma vez que “pouco treino, pouca intensidade tem uma relação directa” traduzindo-se num mau jogo.

Actualmente o CD Feirense Andebol possui cerca de 35 atletas nos escalões mais baixos (minis e bambis), o que a nível nacional, deverá ser caso único. E, se por um lado isso significa que a captação, a nível de formação, está a ser bem trabalhada, por outro lado ainda muito há a fazer para encontrar espaços perfeitos para a prática das modalidade. Neste momento os treinos realizam-se nos pavilhões das Escolas EB 2-3 Fernando Pessoa, Escola Secundária da Feira e Pavilhão da Lavandeira.

Novos projectos em marcha

Para além do projecto de criação de uma equipa sénior, também está no pensamento desta estrutura a criação de uma equipa feminina. Os primeiros passos serão dados nas escolas, onde será feita uma primeira tentativa de captação, sendo a ideia inicial a criação de duas equipas, uma na escola preparatória e outra na secundária.

A par desse projecto será também objectivo para a próxima temporada fomentar os escalões e criar envolvência com os pais dos alunos.

“Os pais dos alunos são muito importantes. Graças a eles é possível deslocar os atletas aos jogos e aos teinos” – recorda o técnico desportivo.

Projecto Multimédia

Com o objectivo de comunicar com o exterior e tornar a modalidade mais conhecida no concelho, a estrutura de andebol do CD Feirense tem trabalhado, ao longo dos últimos dois anos, num projecto multimédia. Em colaboração com uma equipa de estagiários – alunos da Escola Secundária da cidade e do Colégio de Lamas – o clube já tem um canal no Youtube, onde transmite, em directo os jogos. http://www.ustream.tv/channel/cdfeirense é o endereço escolhido onde, inclusivé, os interessados têm acesso à ficha dos jogos.

Neste momento o canal possui 29 seguidores e 1093 visualizações e encontra-se, ainda, em fase de aprimoramento, estando também a estrutura directiva a trabalhar para alcançar financiamento para o projecto.

Também as redes sociais são uma aposta deste projecto criado para aproveitar os recursos existentes nas escolas. O clube de andebol do Feirense tem uma página na rede social mencionada a qual está a ser actualizada ao minuto.

A ideia global desta equipa de trabalho está bem afirmada e passa também por chamar a atenção para o andebol como uma modalidade de destaque. “O clube vive muito futebol mas um dia também queremos ser reis” – admitiu Manuel Gregório, o qual sente uma mudança de mentalidade interna do clube.


Sem comentários:

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack