sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Feirense-V.Guimarães (antevisão): fator casa a dividir por dois

Pedro Martins, técnico vitoriano, regressa à terra natal e defronta o clube onde se formou

O MOMENTO

Feirense: A chicotada psicológica teve efeitos positivos na Feira. Logo no primeiro jogo no banco dos fogaceiros, diante do P. Ferreira - ainda como técnico interino após o despedimento de José Mota -, Nuno Manta conseguiu fazer o Feirense regressar aos triunfos. Seguiu-se um empate no estádio do Dragão, em jogo da Taça da Liga, que deu confiança à direção para apostar num homem ligado ao clube há 20 anos. Depois disso, a equipa de Santa Maria da Feira voltou a empatar uma partida da Taça da Liga e, no regresso ao campeonato, ainda assustou o Sporting, em Alvalade, discutindo até ao fim um jogo em que ficou em desvantagem muito cedo. De falta de moral, os fogaceiros não se podem queixar. E que jeito ela dá para fugir à cauda da classificação.

V. Guimarães: Os três jogos sem vencer com que a equipa da cidade-berço chega a este desafio são algo inédito na época muito positiva que os vimaranenses têm vindo a fazer sob orientação de Pedro Martins. É verdade que apenas um dos desaires aconteceu no campeonato, diante do líder Benfica, o que mantém os conquistadores a apenas três pontos do 3º lugar e a cinco do 2º classificado, mas a equipa vitoriana já assumiu que se quer intrometer entre as quatro equipas que têm ocupado os lugares cimeiros nas últimas épocas, e não quererá voltar a falhar. E para regressar aos triunfos conta no banco de suplentes com um homem que conhece bem Santa Maria da Feira: Pedro Martins, cuja cara até está afixada nas imediações do estádio, não fosse ele uma das figuras públicas mais conhecidas da cidade onde nasceu. Será que conta como «fator casa»?

AUSÊNCIAS

Feirense: Paulo Monteiro (lesionado).

V. Guimarães: Rafael Miranda e Franci (lesionados); Marega (ao serviço da seleção do Mali na CAN).

DISCURSO DIRETO

Nuno Manta: «É a primeira vez que o Pedro [Martins] vem como treinador principal para defrontar o Feirense. Por isso, trata-se de um jogo com significado também para todos nós mas, acima de tudo, julgo que os adeptos querem ver o Feirense regressar a casa com uma vitória, esperando que os jogadores continuem a sua evolução dos últimos quatro jogos.»

Pedro Martins: «Espero uma reação forte, dentro daquilo que é a nossa realidade e do que pretendemos. A equipa está bem, os dois jogos com o Benfica fazem parte do passado. Será um jogo importante, vamos defrontar uma equipa difícil, numa casa que conheço bem, onde são tradicionalmente fortes.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:
A história mostra uma vantagem incontestável dos vitorianos, em jogos com o Feirense. Num total de 12 confrontos, os vimaranenses triunfaram oito vezes contra apenas uma vitória do adversário e três empates. A única vez que os fogaceiros derrotaram o Vitória aconteceu no longínquo ano de 1991, num jogo da Taça de Portugal.

EQUIPAS PROVÁVEIS

in: MaisFutebol.iol.pt

Sem comentários:

DESTAQUES

ANDEBOL | Feirense ‘esmaga’ Moimenta da Beira