sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Nuno Manta Santos: "O treinador de bairro"

Opinião de Luís Freitas Lobo sobre Nuno Manta Santos, jovem treinador do Feirense
Falaram-se muitos nomes, mas confesso que fiquei satisfeito que no fim (não sei se por falharem outras opções ou por ser uma posta firme) o Feirense resolveu manter Nuno Manta como treinador principal, o tal "homem da casa" que todos gostam mas na hora da verdade não apostam. Claro que os resultados com Paços e FC Porto terão ajudado, mas a forma como a equipa soube estar em campo e a sua postura, no banco e nas declarações que faz antes e no fim dos jogos, traz o tal "aroma a futebol de bairro" que acho, tantas vezes, fazer falta no futebol profissional (e desumano) do presente. Ganhar ou perder, isso já será outra questão (mas acho que com Fabinho e Platiny em campo estará mais próximo disso). Já só resistem sete treinadores de origem desde que o campeonato começou. É um absurdo. Ao menos que sirva para que todo este caos diretivo, saia (mesmo por "linhas torta") algum traço de bairro positivo para o futuro.

in: jornal  O JOGO

Sem comentários:

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack