terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Feirense-Rio Ave, 2-1 (destaques)

Luís Machado a servir, Platiny e Karamanos a brilhar



A figura: Luís Machado

Eferverscente. O extremo do Feirense deu-se bem com a chuva que caiu durante quase toda a partida e esteve sempre muito ativo no flanco direito. Fez a cabeça em água a Rafa e é dele o cruzamento para o golo de Platiny, no primeiro golo. Aliás, juntamente com o brasileiro, foi o melhor elemento em campo nos primeiros 45 minutos, dependendo de ambos a boa dinâmica ofensiva que o Feirense mostrou quando teve bola. No segundo tempo, e com a saída do avançado, manteve-se como homem mais perigoso e acabou como o jogador com rendimento mais constante.

O momento: Karamanos sentencia (74')

A melhor entrada do Rio Ave para a segunda parte trazia alguma incerteza ao resultado. O golo marcado pelo ponta de lança grego, porém, acabou com as esperanças vilacondenses, a cerca de 15 minutos do final, conseguindo até travar a pressão que a equipa vinha a sentir nos últimos minutos. Gonçalo Paciência ainda reduziu, mas já não foi a tempo do empate.

Outros destaques:

Gonçalo Paciência: Primeira aparição a titular do jovem avançado português no Rio Ave, e logo com um golo, ainda que agridoce. O camisola 9 dos vilacondenses passou os primeiros 45 minutos muito afastado do jogo, tendo sido prejudicado pela dificuldade que a sua equipa revelou em chegar com bola a zonas ofensivas. No arranque da segunda parte surgiu em boa posição no centro da área, mas não deu o melhor seguimento ao passe de Héldon e pouco depois cabeceou um pouco ao lado para a primeira oportunidade vilacondense, aos 53 minutos. A fechar a partida estreou-se a marcar, num bom golpe de cabeça, mas o golo seria insuficiente para os intentos da sua equipa.

Platiny: Que golaço! Foi assim que o camisola 99 se mostrou na partida, aos 6 minutos, e tem de ser assim que iniciamos estas linhas dedicadas ao brasileiro. «Pontapé de bicicleta», «remate de moinho». Chamem-lhe o quiserem, foi muito bonito. Platiny aproveitou o bom trabalho de Luís Machado na direita e rematou sem hipóteses para Cássio, com a bola a bater na relva antes de entrar na baliza. Marcou o sexto golo na Liga, o que mostra a importância de um jogador que saiu lesionado da partida.

Karamanos: O grego tem apetite pelo golo... e pelo chapéu, diga-se. Já havia marcado dessa forma ao Tondela, também no Marcolino de Castro, e repetiu a dose agora, para dar tranquilidade à sua equipa e garantir a conquista de mais três importantes pontos. Fez o seu quinto golo no campeonato.

Babanco: De regresso ao campeonato português depois de ter passado a primeira metade da época em Chipre, o cabo-verdiano também se estreou nesta partida com a camisola do Feirense. Sem grandes dificuldades defensivas, sempre que teve oportunidade apoiou o ataque e deixou sinais de que será um bom reforço para a equipa fogaceira.

Tiago Silva: Bom jogo do médio emprestado pelo Belenenses ao Feirense. Foi ele quem pautou o futebol feirense no seu melhor período, explorando muito bem os espaços entre-linhas do adversário. Enquanto teve pernas, foi o cérebro da equipa. Depois, saiu para escutar o merecido aplauso.

in: MaisFutebol.iol.pt
 

Sem comentários:

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack