sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Nuno Manta Santos e o Nacional: «Jogo de mata ou morre»

Técnico do Feirense fala em grande empenho do plantel
Jogadores motivados e com um grande empenho, num jogo «de mata ou morre» pela manutenção. Nuno Manta Santos, treinador do Feirense, sabe que o Nacional vai querer ganhar para sair da zona de descida e que os jogadores da Feira lhe estão a dificultar a vida… pelas melhores razões.

«Os jogadores estão a dificultar-me a vida, porque têm trabalhado todos muito bem e sinto que estão cada vez mais competitivos. É o que todos os treinadores querem dos seus plantéis», afirmou Manta, considerando, assim, mais complicada a tarefa de eleger um onze inicial.

O treinador do Feirense espera um adversário forte na luta pelos três pontos, mas alerta que o Feirense vai à Madeira procurar o êxito. «O Nacional em sua casa é um adversário sempre difícil. Estamos à espera de uma equipa que vai fazer tudo para vencer e tentar sair da posição em que se encontra", referiu, garantindo um Feirense «mentalmente e fisicamente» apto.

Para a deslocação às ilhas, Nuno Manta não pode contar com o lesionado Platiny. Subsiste a dúvida sobre Ricardo Dias e Kakuba, que têm treinado de forma condicionada.

O Feirense, 13.º com 25 pontos, defronta o Nacional, 17.º com 15 pontos, às 16h00 de domingo, em jogo da 23.ª jornada da I Liga. Manuel Mota, da AF Braga, é o árbitro da partida.

in: MaisFutebol.iol.pt
 

Sem comentários: