sexta-feira, 10 de março de 2017

Clube já começou obras de restauro

A protecção de vidro e as 56 cadeiras destruídas na recepção ao Benfica estão a ser reparadas
Luís Aurélio é opção frente ao V. Setúbal

Tendo em vista a proximidade da recepção ao Chaves, agendada para o dia 19 de Março, o Feirense já iniciou as obras de restauro no Estádio Marcolino de Castro, na sequência dos incidentes registados no passado sábado, quando o Benfica se deslocou a Santa Maria da Feira.

Os adeptos encarnados destruíram 56 cadeiras durante o desafio e,quando Pizzi marcou o golo que viria a decidir a partida, aos 42 minutos, também houve uma estrutura de vidro que cedeu, devido à intensidade dos festejos.

Além das multas, relativas ao mau comportamento dos seus adeptos, que rondam os 17 mil euros, o presidente das águias, Luís Filipe Vieira, também se mostrou sensível a cooperar com os responsáveis do Feirense nas obras, que entretanto já estão em andamento, assumindo a quase totalidade das despesas.

À margem de tudo isto, Nuno Manta tem preparado a equipa para a visita de amanhã ao terreno do V. Setúbal, partida para a qual o treinador do Feirense tem quatro jogadores indisponíveis: Kakuba, Wellington, Platiny e Luís Rocha.

Em sentido inverso, o técnico ganha mais uma opção: Luís Aurélio. O médio regressa após cumprir castigo, mas ainda não tem a titularidade assegurada, uma vez que Babanco realizou uma exibição positiva com o Benfica e ainda há Ricardo Dias, que foi poupado com as águias.

Com dez pontos de vantagem sobre os lugares de despromoção, a equipa de Nuno Manta tenta garantir rapidamente o objectivo da permanência.

in: jornal O JOGO
ANDRÉ BASTOS

Sem comentários: