sábado, 15 de abril de 2017

Arouca - Feirense (2-0) | Declarações dos treinadores

Nuno Manta: «Na primeira parte, o Feirense não esteve em Arouca»
Treinador não gostou da exibição da equipa, mesmo que melhorando no segundo tempo

Nuno Manta, treinador do Feirense, em declarações na sala de imprensa, depois da derrota em Arouca por 2-0:

«Na primeira parte o Feirense não esteve em Arouca. Não estivemos bem no processo ofensivo e defensivo. Houve falta de concentração. O Arouca foi muito mais forte do que nós na primeira parte. Na segunda tentamos corrigir, melhorámos na atitude, na capacidade de trabalho, criámos situações de finalização, mas não conseguimos fazer o golo para reduzir.»

«Temos de dar mérito ao adversário por ter evitado que marcássemos na segunda parte. Na primeira parte não há muitas explicações. As ações em campo não foram as melhores.»

«Ninguém deve pensar em relaxar, porque então não estamos a ser bons profissionais. Senti falta de concentração ao foco da tarefa. A intensidade nos duelos não foi aquela que pretendemos. A equipa tem de mudar a forma de jogar já na próxima jornada.»

Jorge Leitão e a manutenção: «Tinha de ser hoje»
Treinador satisfeito com vitória que permite atingir marca dos 30 pontos

Jorge Leitão, treinador do Arouca, em declarações na sala de imprensa, após a vitória sobre o Feirense por 2-0:

«Pretendíamos os três pontos, faziam-nos muita falta. Mais a nós do que ao Feirense… Não podíamos falhar, não podíamos esperar outros jogos, tinha de ser hoje. Eram os pontos que necessitávamos para tranquilizar a equipa. O trabalho foi o mesmo com o Sporting, em que fizemos um bom jogo, e também com o Paços, mais a segunda do que na primeira parte. Hoje o que mudou foi que fizemos duas boas partes. Era um jogo especial, por jogarmos em casa, por ser um dérbi. Foi bom ver os adeptos a puxar pela equipa. Em termos de trabalho, finalmente sorriu-nos hoje a vitória. Agora vamos ver um Arouca de trabalho e a querer mais, a subir na tabela e a tentar a melhor classificação possível.»

«Marcamos cedo na segunda parte e os jogadores inconscientemente têm a tentação de segurar o resultado. Eu não lhes disse isso, mas eles próprios, por eles, baixaram as linhas para proteger o resultado. Demos um bocadinho de jogo ao Feirense. Inconscientemente a equipa baixou linhas para proteger o resultado.»

in: MaisFutebol.iol.pt

Sem comentários: