segunda-feira, 24 de abril de 2017

FC Porto 0x0 CD Feirense | Declarações dos treinadores

Nuno Manta: «Matematicamente garantimos a manutenção»
Nuno Manta, treinador do Feirense, em declarações na sala de imprensa do Estádio do Dragão, após o empate da sua equipa, frente ao FC Porto, este domingo.

[Facto de o Feirense já estar tranquilo na classificação foi chave para o empate?]

«Temos que pegar em todos aspectos dos quais podemos tirar vantagem. Esta noite, matematicamente a manutenção está garantida agora com 36 pontos. Tentámos aproveitar aspectos emocionais para tirar vantagem. Em alguns momentos, tivemos essa vantagem, noutros momentos, a força do adversário obrigou-nos a baixar as linhas. E aí, foi a capacidade de superação, o sacrifício dos jogadores e a capacidade de luta.

[Repete empate para a Taça da Liga, qual o segredo?]

«Feirense estuda sempre os adversários antes dos jogos. Às vezes temos resultados bons, outras vezes menos bons. Mas trabalhamos, estudamos os adversários e tentámos procurar explorar os seus pontos mais fracos. Foi o que fizemos neste jogo.

[Ponto conquistado no Dragão é um prémio para a temporada da equipa?]

«Este ponto reflete trabalho feito desde dia 1 de julho. Dedicação, motivação, a forma como encarámos os treinos, reflete tudo isso. Grande trabalho da equipa, trabalhamos diariamente para os pontos e para o Feirense.

[Comentário à exibição de Vaná]

«Para mim, avaliando o rendimento do Vaná, perante tudo o que se passou, foi o melhor jogador em campo. Na sua função especifica, foi o melhor em campo.

Nuno E. Santo: «Há o medo de não voltar a ganhar»

Nuno Espírito Santo, treinador do FC Porto, comentou desta forma o empate 0-0 contra o Feirense:

[Justificação do empate]

«Aconteceram muitas coisas. A análise tem de ser mais elaborada. Aconteceram ocasiões falhadas, ocasiões em que podíamos ter sido melhor e erros de arbitragem. Faltaram golos e perdemos uma oportunidade para encurtar distâncias. Tranquilamente, temos de acreditar no nosso trabalho. Uma equipa que quer lutar e ser campeã... eu, nestes momentos, como treinador, tenho de valorizá-la».

«Há menos um jogo, menos uma oportunidade, mas estamos na luta porque confiamos em nós e acreditamos no nosso trabalho.»

[Falha aproximação ao Benfica mais uma vez]

«É um ciclo que já tivemos esta época. Soubemos resolver e encontrar soluções para melhorar, portanto há muitas coisas que acontecem que… Somos penalizados por não conseguir manter a intensidade de jogo os 90 minutos. Há ambição, qualidade e cabe-me a mim treinador potenciar jogadores.»

«Há o medo de não voltar a ganhar. Temos que ser conscientes disso, nós e os adeptos. Mas para ganhar temos que acreditar nos jogadores.»

[Responsabilidade de Nuno no insucesso]

«Também é minha. Em todos os empates estivemos sempre mais perto da vitória. Desperdiçámos pontos importantes para nós.»

[Confiança? Se vencer todos os jogos...]

«É uma luta até ao fim. Sabemos que é menos uma oportunidade. Faltam quatro jogos e temos de nos focar em nós e no nosso calendário. Independentemente do que se passa noutros campos temos de cumprir.»

in: MaisFutebol.iol.pt

Sem comentários: