sábado, 15 de abril de 2017

Motivação diferente em campo no dérbi

Mesmo que as equipas estejam longe das tumultuosas contas pela permanência na Liga, um dérbi tem sempre um toque especial, e o de Aveiro não é exceção. Em termos classificativos, o duelo interessará mais aos arouquenses. Jorge Leitão admite querer “arrumar a questão da permanência e conquistar os três pontos”, frente a um rival que “tem vindo a crescer, a jogar melhor e que não virá para cumprir calendário”.

O Feirense tem as contas da permanência praticamente fechadas, “mas quer voltar às vitórias”, garante Nuno Manta Santos. Por entre elogios a Jorge Leitão, que fez o Arouca “evoluir taticamente e na confiança”, o técnico dos azuis espera “um adversário muito motivado, com jogadores de bastante qualidade e que tem a cultura de querer ganhar ao Feirense”.

Sobre a polémica em torno de Edson Farias, que os arouquenses quiseram afastar do dérbi por agressão a Gamboa, o treinador fogaceiro desvaloriza: “O Edson está disponível, não é problema meu”.

in: Jornal de Notícias

Sem comentários:

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack