domingo, 14 de maio de 2017

Feirense-Sporting, 2-1 | Declarações dos treinadores

Nuno Manta: «A equipa festejou esta vitória festejou todas»

Nuno Manta Santos, treinador do Feirense, em declarações na conferência de imprensa, após novo triunfo histórico da sua equipa, desta feita diante do Sporting, na primeira vitória frente a um «grande».

«Começámos a perder, mas na altura em que sofremos o golo já tínhamos criado uma ou outra situação de perigo junto da baliza do Sporting. Depois, o Sporting acaba por fazer o golo num lançamento e nós também fazemos o golo de bola parada. Na primeira parte, o jogo foi muito equilibrado e intenso, com as duas equipas a anularem-se uma à outra. Na segunda parte, o jogo voltou a ter muita intensidade e nós fizemos o golo da vitória através de uma grande penalidade e depois valeu a entrega, a atitude e a organização, a mesma que temos apresentado desde a 15.ª jornada. Aquilo que eu digo é que temos de discutir sempre os jogos para conseguir os três pontos. E foi isso que fizemos e a nossa vitória é merecida, pela intensidade e organização que tivemos. É evidente que houve situações em que o Sporting podia ter chegado à igualdade, mas não o fez e estamos de parabéns.»

[como é que a equipa viveu a primeira vitória frente a um grande?]

«A equipa festejou esta vitória como sempre festejou antes. Ficamos sempre contentes, celebramos muito quando ganhamos e esta foi uma vitória igual às que foram alcançadas até agora.»

[era a despedida de uma época histórica que a equipa queria perante os seus adeptos?]

«Junto dos nossos adeptos, era esta a vitória que pretedíamos, mas aquilo que queremos agora é somar mais três pontos na próxima jornada.»

Jorge Jesus: «A equipa não se conseguiu segurar mentalmente»

Jorge Jesus, treinador do Sporting, em declarações na conferência de imprensa, após a segunda derrota consecutiva dos leões no campeonato.

«O Sporting não esteve bem, com os níveis de confiança [em baixo] que se notaram nitidamente na equipa. Depois da derrota com o Belenenses, a equipa apresentou-se com pouca crença e pouca motivação – também em função dos objetivos -, mas o objetivo do Sporting tem de ser sempre jogar para vencer, independentemente dos objetivos desportivos. Mas notou-se na equipa a falta de crença. Voltámos a sofrer um golo de grande penalidade, e andámos à procura de não perder este jogo, depois de estarmos em desvantagem, tivemos algumas situações em que devíamos ter feito o 2-2 – com o Gelson e o Sebá [Coates] - mas quando as coisas não estão a correr bem, tudo corre mal. Até ao jogo com o Belenenses vínhamos a fazer uma segunda volta muito forte, mas depois dessa derrota a equipa não se conseguiu segurar mentalmente e hoje teve o reflexo disso.»

in: MaisFutebol.iol.pt
 

Sem comentários: