segunda-feira, 1 de maio de 2017

Nuno Manta: «Espírito de sacrifício»

Técnico realça atitude dos seus pupilos
Nuno Manta não teve problemas em admitir a missão defensiva que entregou aos seus jogadores após o período de descanso, mas foi lesto a recordar a postura audaz do Feirense até à expulsão de Cris.

"Entrámos determinados, criámos vantagem e creio que o resultado ao intervalo era justo", referiu o técnico, reconhecendo a estratégia para a etapa complementar: "Depois, com o Marítimo a carregar com mais um homem, foi só sofrer. Valeu-nos a o espírito de sacrifício e o compromisso que a equipa estabeleceu para segurar a vantagem e consumar o regresso às vitórias em casa."

Triunfo que deixa o Feirense perto da casa dos 40 pontos, mas não altera o discurso do técnico. "O objetivo está alcançado, mas vamos continuar a trabalhar com seriedade. É preciso saber estar e temos responsabilidades a defender nos nove pontos que estão por disputar", concluiu.


in: Record
Autor: Pedro Malacó

Sem comentários: