terça-feira, 9 de maio de 2017

SAD exige explicações à Santa Casa

Administração lamenta suspeição lançada sobre as equipas e o principal investidor da SAD

A SAD reagiu ontem, em comunicado, à anulação por parte da Santa Casa da Misericórdia das apostas no Feirense - Paços de Ferreira, sábado, devido ao “volume atípico de apostas” num triunfo da equipa da Feira.

Esta foi “a segunda vez no curto espaço de três meses”, lembra a SAD, que um jogo do Feirense teve apostas suspensas pela Santa Casa – o primeiro foi com o Rio Ave, em fevereiro.

No documento ontem divulgado, a SAD mostrou-se “totalmente alheia” às polémicas, “assim como a totalidade do seu staff, atletas e dirigentes”, lamentando que “esta situação, para além de voltar a colocar em causa o bom nome do futebol português, lançou dúvidas e suspeição (de forma irresponsável) sobre duas instituições de prestígio”. A Sociedade acusa que “desta feita pretendeu-se ir um pouco mais longe e lançar a suspeição, também, sobre o presidente do CA do Feirense SAD e principal investidor [Kunle Soname]”, pelo que promete “a devida e adequada resposta em local apropriado e pelos meios legais ao alcance do visado”.

No ponto nove, a SAD exige que a Santa Casa “venha a público esclarecer as razões que a levaram a adotar o procedimento que seguiu, dissipando toda e qualquer dúvidas sobre um eventual envolvimento das Sociedades Desportivas”, garantindo, mais à frente, que irá “até às últimas consequências para responsabilizar quem está por trás destes ‘atos criminosos’”.

in: O Jogo

Sem comentários: