quarta-feira, 7 de junho de 2017

Nuno Manta eleito o Melhor Treinador da Liga NOS

Nuno Manta: Autêntico conto de fadas

Quando já em finais de Dezembro o presidente do Feirense decidiu demitir José Mota, que ocupava o penúltimo lugar da classificação geral, seriam poucos a arriscar que o Feirense ainda se podia salvar. Para assumir interinamente o comando técnico foi chamado o treinador-adjunto Nuno Manta Santos, um perfeito desconhecido para quase toda a gente, e uma solução que poucos, mesmo dentro do clube, acreditavam que fosse a longo prazo.

A primeira prova de fogo superada foi o encontro em casa com o Paços de Ferreira, mas seguia-se uma sequência de jogos difíceis com Porto, Belenenses, Sporting, Vitória de Guimarães. Ninguém levaria mal a Nuno Santos se os resultados fossem quatro derrotas, mas o que é certo é que só perdeu um, pela margem mínima em Alvalade. Estava lançada a história mais épica do futebol português esta época.

O mercado fechou, pouco se investiu, e o plantel continuou a ser considerado (e bem) pelos especialistas como o pior do campeonato, mas o que se seguiu foi uma demonstração de que a competência não depende da idade, da experiência, de empresários ou do círculo de amizades. Nuno Manta perdeu apenas cinco dos 20 desafios que enfrentou na Liga NOS, venceu mais de metade e muitas vezes de reviravolta, e somou pontos suficientes para classificar o Feirense para a Europa caso tivesse comandado a equipa desde o início.

Foi um percurso sem troféus ou conquistas colectivas, mas que merece, na figura do seu principal responsável, o reconhecimento através deste prémio. Aos 38 anos, em época de estreia na Primeira Liga, Nuno Manta foi o melhor treinador em Portugal na época 16/17. Seja o que for que se siga na sua carreira, esta já ninguém lhe tira.

in: GoalPoint.pt

Sem comentários:

DESTAQUES

CICLISMO | A equipa do Vito-Feirense – BlackJack