sábado, 1 de julho de 2017

«O Braga deve-nos 1,6 milhões do Rafa»

Rodrigo Nunes diz-se prestes «a perder a paciência» / Garante que o Benfica pagou as taxas de solidariedade / Negócio foi feito há um ano

Rodrigo Nunes, presidente do Feirense diz que o SC Braga «ainda não pagou» a verba correspondente aos 10 por cento que o clube de Santa Maria da Feira detinha no passe de Rafa, transferido para o Benfica em Agosto do ano passado.

«Desde Setembro que estamos à espera desse dinheiro, que tanta falta nos faz. É um milhão e seiscentos mil euros. A factura foi enviada em devido tempo para o Braga mas nada ainda nos foi pago!...», junta.

Mas nem o diálogo, percebe-se, tem ajudado a superar o problema. Rodrigo Nunes confessa, aliás, não ter ainda conversado com o homologo do SC Braga, António Salvador, mas assegura manter contactos frequentes «com pessoas do SC Braga», das quais, sustenta, «só tem tido promessas». «Só dizem que vão pagar, mas, na verdade nada recebemos até ao momento». E Rodrigo Nunes ainda acrescenta mais. «Até o IVA dessa operação já pagamos, logo que emitimos a factura.»

Relativamente ao Benfica, o presidente dos fogaceiros garante estar tudo liquidado quanto à transferência do avançado de 24 anos. «O Benfica pagou a parte que lhe competia, a taxa de solidariedade [n.r.: os também designados direitos de formação]. O SC Braga é que nada pagou», insiste.

SC Braga nega

De acordo com o que  A BOLA apurou junto de fonte o SC Braga, o plano de pagamento de Rafa esta a ser respeitado dentro das regras estabelecidas no negocio que levou à transferência do avançado para o Benfica.

Os minhotos pagam o valor a que o Feirense tem direito em tranches  correspondentes a cada parcela que recebem do Benfica, num plano de liquidação que só terminará em 2019, conforme foi acordado entre as duas administrações.

in: jornal A BOLA

Sem comentários: