sábado, 5 de agosto de 2017

Feirense quer continuar na senda da permanência

O Feirense ambiciona comemorar o centenário do clube, em 2018, com a permanência na I Liga portuguesa de futebol, depois de ter assegurado a inédita segunda presença consecutiva.

Para a sexta participação no principal escalão, o treinador Nuno Manta Santos já admitiu que o objetivo da sua equipa é continuar entre os ‘grandes’, depois de ter sido oitavo na época passada.

"Queremos entrar no campeonato para lutar pela manutenção de forma tranquila. Seria bom ficarmos novamente na I Liga em ano de centenário do clube", sublinhou Nuno Manta Santos.

O treinador considera que a época 2017/18 terá um grau de exigência elevado, mas garantiu que a sua equipa vai manter o espírito da época passada.

"A ideia é discutir todos os jogos com a cultura do Feirense, de tentar ficar sempre com os três pontos. Prevejo um campeonato mais competitivo relativamente à época anterior pelas equipas que se estão a formar e pela utilização do vídeo-árbitro, que vai equilibrar ainda mais a competição", referiu.

Nuno Manta Santos parte para nova temporada como treinador principal, já que em dezembro do ano passado o treinador chegou ao comando técnico do Feirense ao suceder a José Mota.

O treinador construiu um plantel à sua imagem e procedeu a alguns ajustes após as saídas de Karamanos (Rio Ave) e Platiny (Desportivo de Chaves).

A contratação de Luís Henrique (ex-Atlético-Paranaense, Brasil) surge da perda desses dois avançados com peso no plantel do Feirense. Mas as contratações de José Valencia (ex-Indepiendente Santa Fe) e Gustavo Ermel (ex-Figueirense) são também formas de dar mais opções ao sector ofensivo da equipa.

Nas saídas, é de destacar a de Vaná, guarda-redes que rumou ao FC Porto e que foi preponderante para a conquista dos objetivos do Feirense na época passada.

Ao disputar 25 jogos no campeonato, o guardião brasileiro destacou-se pelas exibições realizadas, principalmente diante dos três ‘grandes'. Contudo, o clube procedeu à contratação de Caio Secco, guardião formado precisamente no mesmo clube do seu antecessor, o Coritiba.

Com o plantel praticamente fechado, o Feirense regressa às competições oficiais na segunda-feira, com a receção ao Tondela, a partir das 19:00.

in: Futebol365

Sem comentários: