segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Feirense - Tondela, 1-1 | Declarações dos treinadores

Nuno Manta: «A equipa que mais tentou foi o Feirense»
Treinador elogia melhoria da equipa na segunda parte do jogo com o Tondela
foto: MaisFutebol
Declarações de Nuno Manta, treinador do Feirense, após o empate caseiro com o Tondela (1-1) na primeira jornada do campeonato:

«Fizemos tudo para conseguir os três pontos. Não conseguimos, conseguimos um ponto, mas numa análise muito rápida, a equipa que mais tentou, mais teve intensidade, principalmente na segunda parte, foi o Feirense. Não conseguimos. Um ponto… menos mau.»

Diferença para a segunda parte: «Retificámos em termos defensivos, vimos como poderíamos anular melhor o Tondela, pedi à nossa equipa para ter calma, definir melhor o processo ofensivo e continuar o trabalho que estava a fazer. E a mensagem era de que íamos conseguir o golo e lutar até ao fim pela vitória. Fizemos o golo logo no início da segunda parte, até ao fim penso que a equipa que tentou construir a vitória foi o Feirense.»

Alterações tardias: «Não é que não tenha confiança nos jogadores que estão no banco, mas estavam a dar tão boa energia que é difícil substituir por substituir. Nós trabalhamos com eles diariamente e sabemos o que podem dar.»

Pepa: «Para primeira jornada foi muita emoção e intensidade»
Treinador do Tondela lamenta faltas desnecessárias


Declarações de Pepa, treinador do Tondela, no rescaldo do empate com o Feirense (1-1), no Estádio Marcolino de Castro:

«Estivemos muito bem em termos físicos. Entrada muito forte do Feirense, estávamos à espera disso. Nos primeiros 15 minutos o Feirense estava por cima, a ter mais domínio e oportunidades. Conseguimos assentar, começámos a ter oportunidades de golo e acabámos a primeira parte bem, à frente do marcador, uma equipa confortável no jogo.»

«Na segunda parte esperávamos uma reação forte do Feirense. No mínimo, tínhamos de equilibrar a balança em termos de agressividade e conseguimos. Colocámo-nos um bocado a jeito nos últimos 15 minutos com faltas desnecessárias. Foram muitas bolas na nossa área que eram escusadas. Aceito o resultado, porque foi um jogo intenso, correto, com oportunidade de golo e, para primeira jornada, foi muita emoção e intensidade.»

«Substituições? O objetivo era ganhar o jogo. Na entrada do Tomané e do Wagner, em cinco ou dez minutos tivemos três ou quatro remates. Entraram bem. A entrada do Bruno foi para refrescar o meio campo, uma opção. É um jogador com experiência.»

«Embate com o FC Porto? Encontrar o Porto agora ou depois, para nós, é indiferente. o calendário. Há que analisar este jogo e começar a preparar o próximo, recuperar bem, foi uma guerra intensa. Para primeira jornada, os índices físicos são de um registo assinalável.»

in: MaisFutebol

Sem comentários: