segunda-feira, 26 de março de 2018

Zé Manuel a ganhar estofo para a estreia

Zé Manuel trabalha para ser titular
Nuno Manta só utilizou o extremo duas vezes como suplente, mas os três golos no particular com o Cesarense (4-1) poderão dar-lhe um lugar no onze

A paragem do campeonato está a ser bem aproveitada por Zé Manuel, que poderá render, no terreno do Marítimo, o castigado Edson Farias. Dos três reforços de inverno, é o que tem menos tempo de jogo

Contratado ao Wisla Cracóvia (Polónia) no último dia do mercado de inverno, Zé Manuel soma apenas dois jogos com as cores do Feirense, num total de 24 minutos, repartidos entre a deslocação a Alvalade (2-0) e a receção seguinte ao Portimonense (1-3), em ambas como suplente utilizado.

Sem participar em qualquer jogo oficial há mais de um mês, o extremo aproveitou bem esta paragem do campeonato para se mostrar a Nuno Manta e na semana passada deixou boas indicações na vitória da equipa de Santa Maria da Feira sobre o Cesarense (4-1), particular no qual apontou três golos, tendo também enfrentado o Leixões (0-0) em novo jogo-treino, embora neste último sem deixar a sua marca. Contudo, o treinador do Feirense gostou do que viu do jogador de 27 anos, que foi prejudicado pela primeira metade da temporada que realizou na Polónia e na qual deixou de competir em outubro, tendo perdido ritmo competitivo, atrasando a sua integração em pleno no Feirense.

Com a baixa de Edson Farias, que viu o quinto cartão amarelo com o Benfica (0-2), Nuno Manta poderá oferecer a primeira titularidade a Zé Manuel na deslocação de sexta-feira ao terreno do Marítimo, visto que terá de haver mexidas no ataque.

Outra opção poderá ser a inclusão de Hugo Seco no onze, ala que vinha sendo aposta inicial do treinador, mas nestes últimos jogos foi perdendo protagonismo para Luís Machado. A verificar-se a estreia como titular de Zé Manuel como prémio pelo bom desempenho, o reforço dos fogaceiros vai diminuir a discrepância de utilização em relação aos outros dois reforços contratados em janeiro. Crivellaro lidera a utilização, com 302 minutos, aos quais o médio criativo acrescenta um golo na vitória gorda contra o Boavista (3-0), enquanto o ponta de lança grego Karamanos soma 206 minutos e ainda procura marcar pela primeira vez.

in: jornal O JOGO
ANDRÉ BASTOS

Sem comentários:

DESTAQUES

“Não havia margem para erros, mas a relação no Feirense foi espetacular e com resultados”

foto: jornal Correio da Feira Susana Torres, mental coach (alta performance em desporto) Como é que alguém de Gestão e que trabalho...