segunda-feira, 23 de abril de 2018

NACIONAL SUB-23 | Boavista, Feirense e Marítimo foram as últimas equipas a avançar com a inscrição

APOSTA. Boavista e Feirense inscreveram-se ontem (dia 20) na prova

COMPETIÇÃO ATRAI 22 CLUBES

NACIONAL SUB-23 Boavista, Feirense e Marítimo foram as últimas equipas a avançar com a inscrição

O número de clubes interessados em participar na primeira edição do Campeonato Nacional sub-23 continua a aumentar, sendo neste momento 22 os emblemas que já oficializaram junto da FPF – entidade organizadora – a vontade em entrar na competição que arranca na próxima época.

Os últimos a avançar foram Boavista, Feirense e Marítimo, que se juntaram a Sporting, Benfica, Sp. Braga, V. Guimarães, V. Setúbal, Belenenses, Portimonense, Aves, Rio Ave, Estoril, Académica, Nacional, Sp. Covilhã, U. Madeira, Cova da Piedade, Leixões, Gil Vicente, UD Oliveirense e Famalicão.

Até à reunião agendada para a próxima quinta-feira, na qual serão definidas as regras da prova, é previsível que mais alguns clubes venham a inscrever-se desde que tenham um segundo relvado para jogar (obrigação que está a complicar a vida ao Chaves, que pretendia entrar). Quem não deve participar, tal como Record noticiou ontem, é o FC Porto pois os responsáveis dos dragões entendem ser mais proveitoso manter a aposta na equipa B (que se sagrou campeã da 2ª Liga em 2015/16). Já que se fala das equipas secundárias, o Sporting anunciou que não manteria em atividade a B e apostaria na sub-23. Mas nem todos os clubes pretendem acabar com as formações B e equacionam manter as duas equipas.

Segundo preveem os regulamentos até agora discutidos nas diversas reuniões promovidas pela FPF, o Nacional sub-23 arrancaria com um mínimo de 12 e um máximo de 16 participantes. Ora, como já há 22 interessados, o cenário mais provável dada esta elevada adesão é a divisão das equipas por dois escalões.

ATÉ À REUNIÃO MARCADA PARA QUINTA-FEIRA AINDA PODE HAVER MAIS EMBLEMAS A DEMONSTRAR INTERESSE



in: RECORD
SÉRGIO KRITHINAS E NUNO MIGUEL FERREIRA

Sem comentários:

DESTAQUES

Nuno Manta, «o menino» das gentes da Feira, foi o rei da festa

Pelo segundo ano consecutivo, o Feirense celebra a permanência que tem um rosto principal: Nuno Manta Santos Mal soou o apito final d...