quinta-feira, 7 de junho de 2018

Cinco maiores ativos analisados à lupa

Etebo é um dos maiores ativos do Feirense, e vai estar presente no Mundial da Russia
Paulo Silva trabalhou como observador do clube de Santa Maria da Feira na época passada e revelou quais os jogadores mais valiosos do plantel de Nuno Manta

O avançado Etebo e o médio Tiago Silva estão na primeira linha, em termos de valor de mercado, seguindo-se Flávio Ramos e Briseño. Caio Secco surge um patamar abaixo. Um deles será grande venda


A politica da SAD do Feirense passa por no final de cada época, vender pelo menos um jogador. No ano passado, Vaná foi transferido para o FC Porto, por um milhão de euros e neste verão poderá haver mais uma grande venda. O JOGO falou com Paulo Silva, que foi observador da equipa de Santa Maria da Feira na temporada passada e este indicou quais os ativos do clube mais apetecíveis.

"Numa primeira linha estão Tiago Silva e Etebo. O primeiro já podia ter saído  na época passada, mas ainda pertencia ao Belenenses e agora que o Feirense o adquiriu será um ativo a ter em conta, sobretudo porque fez mais de 50 jogos e afirmou-se na I Liga, nestas duas épocas. É um médio completo, muito acima da média, com grande capacidade técnica, muito rápido entre o pensar/executar e um mais valia nas bolas paradas. Já o Etebo é um jogador de seleção nigeriana. Vai estar no Mundial, teve a sua oportunidade na liga espanhola [Las Palmas], embora não como esperaria, mas por outro lado jogou a maioria dos jogos, tendo-se valorizado", revelou Paulo Silva, realçando outros nomes.

"Numa segunda linha, destaco o central Briseño pelo último terço da época. Foi um jogador que apareceu, tinha alguma história no México, com algumas internacionalizações nas camadas jovens e esperava-se muito dele. Não teve um início fácil, fruto da adaptação e da outra dupla de centrais Flavio Ramos e Luís Rocha, que já vinha da época passada, mas por aquilo que vi, parece-me um valor seguro. Muito forte no jogo aéreo, muito agressivo, tem golo, alma e capacidade de liderança", vincou, colocando Flávio Ramos no mesmo patamar do mexicano.

"Surpreendeu-me porque na época passada, praticamente não precisou do período de adaptação, isso revela a personalidade e a capacidade dele. A nível de características é parecido com Briseño", contou. Na cauda do top cinco, o observador de 27 anos, apontou Caio Secco: "Teve uma herança pesada, fruto da saída de Vaná e mostrou-se forte a nível psicológico, principalmente na fase inicial, quando poderiam surgir algumas duvidas. Depois, até acabou por ser um dos melhores guarda-redes da liga.

Na época passada, Vaná foi transferido para o FC Porto e neste verão, a SAD espera realizar mais uma venda. O médio Tiago Silva, o avançado Etebo, o s centrais Flávio Ramos e Briseño e o guarda-redes Caio Secco são as principais joias

in: jornal O JOGO

Sem comentários:

DESTAQUES

“Não havia margem para erros, mas a relação no Feirense foi espetacular e com resultados”

foto: jornal Correio da Feira Susana Torres, mental coach (alta performance em desporto) Como é que alguém de Gestão e que trabalho...