segunda-feira, 30 de abril de 2018

“João é obcecado por fazer golos”

Nuno Manta tinha elogiado o ponta de lança, na véspera da deslocação a Setúbal e este deu-lhe uma prenda, ao bisar no jogo

João Silva fez anteontem o quarto bis da carreira, mas o primeiro no Feirense, que o deixa como melhor marcador, com seis golos. As anteriores vítimas foram Slávia (Bulgária), Benfica e Covilhã

Muitas vezes criticado e julgado por alguns adeptos do Feirense, por nem sempre ter a eficácia desejada, João Silva deu anteontem uma resposta cabal, ao bisar no terreno do V. Setúbal (2-0), contribuindo de forma decisiva para que a equipa de Nuno Manta ganhasse um maior fôlego na luta pela permanência, deixando a zona de despromoção e tendo agora de olhar para quatro clubes, que ficaram no seu retrovisor.

Estes dois golos do ponta de lança, os primeiros num só jogo com a camisola dos azuis da Feira, vieram no seguimento de outro tento, que já tinha embalado o Feirense para o triunfo caseiro diante do V. Guimarães (2-1), na jornada anterior, que na altura teve também o condão de quebrar um ciclo de três meses de jejum do avançado.

A propósito do tema, Nuno Manta comentou a importância de João Silva entrar moralizado para esta reta final de campeonato, tecendo elogios ao português de 27 anos, na véspera da deslocação a Setúbal e este parece ter ouvido as palavras do treinador e respondeu... com golos. “O João Silva tem sido um goleador no Feirense mais importante não foi o João Silva ter marcado o golo. O importante é ganhar independentemente de quem marca, pode ser o João, o Tasos, o Valencia, queremos é marcar e não sofrer”, vincou, traçando o perfil do ponta de lança. “O João anda sempre atrás do golo, é obcecado por fazer golos e trabalhar muito para que a equipa ganhe”, destacou.

Estes elogios, não foram os primeiros de Nuno Manta ao seu pupilo, que já noutra circunstância tinha louvado o comportamento dele em campo. “É um excelente profissional e atleta e se analisarmos alguns jogos dele, só lhe faltou mesmo o golo”. Ora com este bis – o quarto da carreira – o futebolista natural de Santo Tirso, passou a ser o melhor marcador do Feirense, com seis golos no campeonato, ultrapassando o central Luís Rocha, que leva cinco.

O João anda sempre atrás de golos, é obcecado por fazer golos e trabalha muito para que a equipa ganhe

O mais importante é ganhar, independentemente de quem marca

É um excelente atleta e profissional. Se analisarmos alguns jogos, só lhe faltou o golo” Nuno Manta


in: jornal O JOGO
ANDRÉ BASTOS

Sem comentários:

DESTAQUES

Nuno Manta, «o menino» das gentes da Feira, foi o rei da festa

Pelo segundo ano consecutivo, o Feirense celebra a permanência que tem um rosto principal: Nuno Manta Santos Mal soou o apito final d...