quarta-feira, 2 de maio de 2018

João Silva na hora certa

A SAD do Feirense apostou em João Silva com a esperança de que este pudesse ajudar a equipa com golos marcados. Pelo menos é isso que se pede a um ponta de lança. E a verdade é que, na hora certa, João Silva deu razão a essa mesma aposta.

Depois de um longo período de seca, que durou de finais de janeiro a finais de abril, o dianteiro surgiu com a corda toda as últimas duas jornadas e marcou três golos que se podem revelar de- terminantes para que o Feirense se mantenha na 1ª Liga. A formação de Nuno Manta soma agora 30 pontos e parte para as derradeiras duas jornadas com um ponto de vantagem para a linha de água. O próximo jogo é de grau de dificuldade elevada, na casa do FC Porto, mas o campeonato termina com uma receção ao Estoril, o atual último classificado. Ao que tudo indica, um triunfo aí deve significar a desejada permanência.

in: jornal RECORD

Sem comentários:

DESTAQUES

Nuno Manta, «o menino» das gentes da Feira, foi o rei da festa

Pelo segundo ano consecutivo, o Feirense celebra a permanência que tem um rosto principal: Nuno Manta Santos Mal soou o apito final d...