terça-feira, 1 de maio de 2018

João Silva trouxe balão de oxigénio

Bis do ponta de lança retirou os fogaceiros da zona de descida | Três golos decisivos

O Feirense era último classificado após ultrapassar a jornada 30 - o que sucedia pela primeira vez nas duas últimas épocas - depois da derrota (0-1) frente ao concorrente direto Aves, e muita gente já apontava ao clube de Santa Maria da Feira a Liga 2 como próxima paragem.

Encostada às cordas, a equipa comandada por Nuno Manta tinha, contudo, ainda uma palavra a dizer sobre esta questão, mesmo se o calendário não se apresentasse totalmente favorável. Primeiro foi o V. Guimarães - na altura ainda na luta pelo quinto lugar - ser derrotado pelos fogaceiros no Marcolino Castro (2-1) e igual destino foi apresentado ao V. Setúbal - também a tentar escapar à despromoção -, no Bonfim (2-0), em encontros com um denominador comum: os golos de João Silva.

O ponta de lança de 27 anos surgiu completamente irascível nas duas últimas jornadas, transformando a sede de permanência na Liga em... golos. Decisivos! Marcou o primeiro diante dos minhotos e anotou mais dois perante os sadinos, transportando um importante balão de oxigénio aos fogaceiros, que passaram a respirar os ares saudáveis da Liga.

As intenções do Feirense serão sujeitas a uma prova de fogo, com a saída ao Estádio do Dragão, numa ronda em que o FC Porto se pode sagrar campeão nacional. Para este desafio, o médio-esquerdo Babanco é um dos indisponíveis, devido a castigo, tal como Barge, por lesão. O treinador Nuno Manta vê, porém, reforçarem-se as opções para o onze, com os regressos do extremo Luís Machado e do médio-ofensivo Tiago Silva, que cumpriram sanção disciplinar.

Mas quem conta com João Silva a viver a melhor temporada na Liga - tinha marcado quatro golos nas passagens por U. Leiria e V. Setúbal e apenas um no Paços de Ferreira - pode ambicionar à conquista de um resultado positivo frente aos portistas.

João Silva, 27 anos, vive a melhor temporada na Liga, ele que já passou por União de Leiria, Vitória de Setúbal e Paços de Ferreira.


in: jornal  A BOLA

Sem comentários:

DESTAQUES

“Não havia margem para erros, mas a relação no Feirense foi espetacular e com resultados”

foto: jornal Correio da Feira Susana Torres, mental coach (alta performance em desporto) Como é que alguém de Gestão e que trabalho...